Títulos / Companhia das Letras / O PALÁCIO DA MEMÓRIA DE MATTEO RICCI
Companhia das Letras
O PALÁCIO DA MEMÓRIA DE MATTEO RICCI
Jonathan D. Spence

Tradução: Denise Bottmann


#OPALACIODAMEMORIADEMATTEORICCI
Trajetória do jesuíta italiano que trocou sua terra natal pela Índia e pela China, onde viveu de 1583 até sua morte, em 1610. O autor apresenta este drama emocional e religioso a partir de imagens que o próprio Ricci compôs como adepto das artes clássicas renascentistas de treinamento da memória.
Apresentação
Quando acabou a primeira grande era da exploração naval européia, no final do século XVI, os mercadores e os missionários começaram a viajar para o Extremo Oriente em busca de novos mercados e novas colheitas de almas.Um dos mais extraordinários dentre esses viajantes foi Matteo Ricci, um jesuíta que partiu de sua Itália natal em 1577 e viajou primeiro para a Índia e depois para a China, onde viveu e trabalhou de 1583 até sua morte, em 1610.Para compreender o complexo drama emocional e religioso da vida de Ricci, Jonathan Spence afastou-se das técnicas biográficas convencionais, mostrando seu tema a partir de imagens que o próprio Ricci compôs.Como intérprete erudito de motivos religiosos e estudioso e tradutor adepto das artes clássicas renascentistas de treinamento da memória (que possibilitaram a preservação de um grande volume de informações e até mesmo de sabedoria), Ricci impressionou os chineses com sua erudição e suas habilidades. Desde o momento em que chegou à China, no fundo de todos os esforços de Ricci estava sua devoção à tarefa de converter os chineses ao cristianismo. As imagens focalizadas por Spence foram retiradas de quatro gravuras em madeira mostrando cenas do Novo Testamento, que Ricci julgava serem essenciais à fé cristã, e de quatro ideogramas chineses que Ricci analisou em um livro sobre o treinamento da memória que escreveu para os chineses. Essas imagens correspondem a quatro temas básicos da vida e da cultura cristã e chinesa, tal como Ricci as entendia e tal como na realidade os vivia: guerra, lucro, dever e amor.O resultado não é apenas uma narrativa rica e atraente sobre a vida de Ricci na Itália, na Índia e na China, mas também um trabalho significativo de história geral, em que se reúnem os temas intelectual, social, militar, marítimo e religioso, justapondo-se o mundo europeu da Contra-Reforma com o da China da época Ming. O Palácio da Memória que Ricci tentou descrever em sua publicação transforma-se, no livro extraordinário de Spence, em uma moldura para a vida de Ricci e em uma metáfora para os medos e as esperanças de um mundo amplamente esquecido.
Ficha Técnica
Título original: THE PALACE MEMORY OF MATTEO RICCI
Tradução: Denise Bottmann
Capa: Moema Cavalcanti
Páginas: 360
Formato: 14.00 x 21.00 cm
Peso: 0.431 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 12/12/1986
ISBN: 9788585095086
Selo: Companhia das Letras
Autor
Faça seu cadastro no Grupo Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A.
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone.: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Todos os direitos reservados 2017