Companhia das Letras
A LUTA
Norman Mailer

Tradução: Claudio Weber Abramo


#ALUTA
Apresentação
Zaire, 1974. Muhammad Ali, que perdera o título mundial dos pesos pesados por se recusar a lutar no Vietinã, desafia o campeão George Foreman. É a autonomia negra versus o establishment branco.
Um dos relatos mais notáveis já escritos sobre eventos esportivos, A luta é também um retrato magistral das tensões políticas e ideológicas dos anos 70. Mas é pela força da palavra que este livro faz o coração acelerar: posto na pele do boxeador, o leitor pensa e sente como ele. Sente, por exemplo, que antes de entrar no ringue precisa vencer o inimigo interno: seu próprio medo. Norman Mailer, Prêmio Pulitzer em 69 e 80, consegue a proeza de nos fazer acompanhar a maior luta de boxe do século como se nenhum de nós conhecesse o resultado.
A luta deu origem ao filme Quando éramos reis, que traz depoimentos de Norman Mailer e Spike Lee, entre outros, e que em 1996 ganhou o Oscar de melhor documentário.
Norman Mailer, autor de uma extensa obra que o celebrizou como uma inteligência contestadora e libertária, fundou em 1955 a revista Village Voice. De 52 a 63 foi editor de Dissent. Em 69 foi preso por participar de manifestações contra a Guerra do Vietnã.
Ficha Técnica
Título original: THE FIGHT
Tradução: Claudio Weber Abramo
Capa: João Baptista da Costa Aguiar
Páginas: 224
Formato: 14.00 x 21.00 cm
Peso: 0.284 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 07/12/1998
ISBN: 9788571648470
Selo: Companhia das Letras
Autor
Faça seu cadastro na Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A.
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone.: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Todos os direitos reservados 2016