Títulos / Alfaguara / TRILOGIA SUJA DE HAVANA
Alfaguara
TRILOGIA SUJA DE HAVANA
#TRILOGIASUJADEHAVANA
Apresentação
Livro mais importante de Pedro Juan Gutiérrez, Trilogia suja de Havana é também um marco na literatura latino-americana. Em grande parte autobiográfico, mistura realidade e ficção para compor um conjunto de histórias sobre o cotidiano de Cuba em plena crise econômica. Sem medo de se expor, o escritor narra sua vida particular e tudo o que se passa ao seu redor. Com uma linguagem direta, aborda temas como sexo, fome, desencanto e luta em relatos dramáticos e cômicos.
Publicado pela primeira vez nos anos 90, Trilogia suja de Havana foi escrito em um período muito difícil tanto para o escritor quanto para seu país. "Eu estava no meio de uma situação horrorosa. Tinha três filhos, dois dentro do casamento e um fora. Ao mesmo tempo, Cuba mergulhou em uma crise. Em setembro de 1990, a imprensa sofreu uma intervenção. Revistas e jornais foram fechados. Das 157 publicações que havia no país, não restam mais do que quatro ou cinco. Em 1991 começamos a passar fome", lembra Gutiérrez.
Primeiro e mais emblemático livro de uma série intitulada Ciclo do Centro de Havana, Trilogia suja de Havana retrata um tempo em que a falta de trabalho e de alimentos fazia com que os habitantes de Havana procurassem todas as formas possíveis de sobrevivência. "Não havia água, gás, sapatos, nada. Então se acumularam duas crises: a cubana, dura, e a minha, ainda pior. De repente, fiquei sozinho em casa, sem uma cadeira sequer, sem carro, sem comida", conta Gutiérrez.
Dividida em pequenas crônicas e contos, a narrativa descreve morenas sinuosas, homens truculentos, malandros e gringos em histórias de amores, brigas e desencontros. "O narrador revela uma faceta absolutamente sincera, porque é também personagem, na melhor veia autobiográfica de um Henry Miller ou um Charles Bukowski", destaca o texto de apresentação do livro.
"Para mim, literatura é sempre conflito, antagonismo, problema. A literatura que se origina da vida pacata, burguesa, não me interessa. Os lugares em que busco inspiração são as áreas de conflito social, onde acontecem coisas às 4 da manhã. Quem pegar um livro meu deve fazê-lo pelo prazer de ler. Tudo mais que encontrar, não me importa. Seja política, antropologia, sociologia, análise filosófica", diz o escritor.
Ficha Técnica
Título original: TRILOGÍA SUCIA DE LA HABANA
Tradução: Paulina Wacht
Ari Roitman
Capa: Tita Nigrí
Páginas: 352
Formato: 15.00 x 23.40 cm
Peso: 0.525 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 06/10/2008
ISBN: 9788560281596
Selo: Alfaguara
Autor
Faça seu cadastro na Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A.
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone.: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Todos os direitos reservados 2017