Títulos / Companhia das Letras / TEATRO EM VERSOS
Companhia das Letras
TEATRO EM VERSOS
#TEATROEMVERSOS
Vinicius de Moraes investiu parte considerável de seu talento no teatro. Como dramaturgo, exercitou-se em diversos gêneros: poema dramático, tragédia, drama realista e comédia musicada. Orfeu da Conceição, Procura-se uma rosa e Pobre menina rica são algumas de suas peças incluídas nesta coletânea.
Apresentação
Vinicius de Moraes (1913-80), reconhecido como grande poeta e músico, tinha um projeto mais abrangente de criação. Inspirado na tradição dos poetas clássicos, que consideravam poesia qualquer manifestação que se servisse da palavra, Vinicius investiu parte considerável de seu talento no teatro.
O primeiro Vinicius - na poesia ou no teatro - é um autor tomado pelos dilemas de natureza metafísica e transcendental. Cordélia e o Peregrino, sua estréia no teatro em versos, é contemporânea das Cinco elegias, embora só tenha sido publicada vinte anos depois. É um relato do poeta lutando contra a contingência humana cuja mesquinharia o atormenta. Cordélia, a mulher idealizada, serve-lhe de guia para a travessia de um mundo impalpável para outro, mais perto do chão, repleto de paixões e misérias.
Orfeu da Conceição, encenada em 1956, impressionou público e crítica pela intensidade lírica que aportava ao universo dos negros de um morro carioca. Inspirada no mito grego do cantor que perde a sua musa e cala de dor, revelava as canções de Tom Jobim e Vinicius, inaugurando uma parceria que alterou o rumo da música popular brasileira.
O teatro de Vinicius evolui naturalmente para o drama melancólico, afeito a uma visão pessimista do humano. Procura-se uma rosa, baseada numa vaga notícia de jornal - peça de três autores em três atos independentes, um deles escrito por Vinicius -, parte da premissa de que a poesia está em todos os lugares, até numa delegacia de polícia, e ao verdadeiro poeta cabe extraí-la da ganga bruta do cotidiano.
Em seguida, e em correspondência a uma transformação interior, Vinicius engaja-se num teatro de denúncia. Imagina dramas históricos, que apenas esboça, ou de forte apelo social. Nesse gênero inscreve-se As feras, tragédia hiper-realista que narra, com o rigor de um cientista, a desgraça que se abate sobre uma família de nordestinos obrigada a migrar para o Rio de Janeiro.
Finalmente dedica-se às comédias musicadas, que aproveitam seu talento de letrista e compositor. Não conclui nenhuma, mas deixa bem adiantada Pobre menina rica, cuja reconstituição o leitor encontrará neste volume.
Percorrendo gêneros tão diversos, Vinicius tentou fixar uma trajetória de autor teatral, prejudicada por uma acidentada e imprevisível vida de artista, que o impediu de investigar, em profundidade, suas reais habilidades de autor dramático.

Prêmio Jabuti 1992 de Melhor Produção Editorial de Obra em Coleção
Ficha Técnica
Título original: TEATRO EM VERSOS
Páginas: 272
Formato: 16.00 x 23.00 cm
Peso: 0.440 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 10/10/1995
ISBN: 9788571644786
Selo: Companhia das Letras
Série
A ARCA DE NOÉ
Vinicius de Moraes
Best-seller infantil, acrescido de poemas inéditos e letras dos discos, ilustrado por Laurabeatriz. Leia +
A ARCA DE NOÉ
Vinicius de Moraes
Os poemas infantis de Vinicius de Moraes são declamados de cor por crianças e adultos graças às deliciosas versões musicais de A arca de Noé. As composições de Vinicius que conquistaram as crianças brasileiras compõem esta edição em grande formato, com ilustrações do premiado Nelson Cruz. Leia +
O CAMINHO PARA A DISTÂNCIA
Vinicius de Moraes
Primeiro livro de Vinicius de Moraes, publicado quando o poeta tinha apenas dezenove anos, O caminho para a distância surpreendeu crítica e público com seus dramas místicos e existenciais. Leia +
O CINEMA DE MEUS OLHOS
Vinicius de Moraes
Publicado nos anos 1990, o volume com artigos e crônicas sobre cinema escritos por Vinicius de Moraes ganha uma reedição caprichada - que inclui textos inéditos em livro, garimpados no acervo do autor. Leia +
AS COISAS DO ALTO - Poemas de formação
Vinicius de Moraes
Livro que registra os passos iniciais do poeta. Reúne textos escritos durante seus primeiros catorze anos de atividade literária, entre 1933 e 1946, época em que a metafísica e o peso da formação católica ainda não haviam dado lugar ao coloquialismo e à temática amorosa. Leia +
A FORMA E EXEGESE E ARIANA MULHER
Vinicius de Moraes
Nesta reunião de poemas do jovem Vinicius, o leitor encontrará uma faceta menos conhecida do grande poeta, mas sempre com a mesma inquietação e um forte desejo de fazer da poesia um instrumento de compreensão de tudo que estivesse fora do circuito das coisas comuns. Leia +
HISTÓRIA NATURAL DE PABLO NERUDA - A elegia que vem de longe
Vinicius de Moraes
Esta pequena e rara coletânea de poemas é uma homenagem de Vinicius, "com muito amor e muita dor", ao amigo Neruda, escrita dias depois de sua morte, em 1973, e agora publicada pela primeira vez em edição comercial. Apresentação de Ferreira Gullar e xilogravuras de Calasans Neto. Leia +
JARDIM NOTURNO - Poemas inéditos
Vinicius de Moraes
Contorções interiores, retratos das paisagens por onde circulou, homenagens a amigos mortos, sonetos moldados pela urgência, confissões e versos dedicados à morte. Uma coletânea que aponta para as diversas facetas de Vinicius - o sonetista, o escritor metafísico, o bon vivant. Leia +
LIVRO DE LETRAS
Vinicius de Moraes
Resultado de busca meticulosa em gravadoras, editoras musicais, arquivos particulares e no acervo de inéditos do poeta, esta é a mais completa antologia das letras de canções criadas pelo poeta. Leia +
LIVRO DE LETRAS
Vinicius de Moraes
Todas as canções que Vinicius compôs - sozinho ou com seus “parceirinhos”, como dizia o poeta. Beleza e lirismo que não morrem jamais. Leia +
LIVRO DE SONETOS - 1957 / 1967
Vinicius de Moraes
Nova edição de um dos mais célebres livros de Vinicius de Moraes ganha caderno de imagens e fortuna crítica, além de um posfácio de Alcides Villaça. Organização do poeta Eucanaã Ferraz. Leia +
LIVRO DE SONETOS (EDIÇÃO DE BOLSO)
Vinicius de Moraes
Na poesia brasileira do século XX, poucos manejaram tão bem a forma soneto como Vinicius. A leitura deste livro provoca dois tipos de prazer: o que vem da perfeição da forma, exercitada com elegância, e o que se produz na sua ultrapassagem, momento em que a forma é mero condutor para o enobrecimento da realidade. Leia +
NOVA ANTOLOGIA POÉTICA
Vinicius de Moraes
Esta Nova antologia poética vem assinada pelos poetas Antonio Cicero e Eucanaã Ferraz, e foi lançada originalmente em 2003. Os organizadores reviram conceitos, refizeram a estrutura e montaram uma seleção criteriosa, lançando um olhar renovado sobre a obra viniciana. Leia +
NOVA ANTOLOGIA POÉTICA (EDIÇÃO DE BOLSO)
Vinicius de Moraes
Organizada pelo poeta e filósofo Antonio Cicero e pelo poeta e professor de literatura Eucanaã Ferraz, esta antologia reagrupa a obra de Vinicius segundo um parâmetro crítico que revê idéias consolidadas sobre a poesia do autor. Os organizadores confrontaram diferentes versões e resgataram poemas "esquecidos" para traçar um rico painel da obra de Vinicius de Moraes. Leia +
PARA UMA MENINA COM UMA FLOR - 1966
Vinicius de Moraes
Nesta seleção de crônicas, o leitor pode acompanhar o firme desenvolvimento da prosa de Vinicius de Moraes, que se definiu na nota introdutória da primeira edição como um "poeta disfarçado em cronista". Leia +
PARA VIVER UM GRANDE AMOR
Vinicius de Moraes
Neste que é um de seus livros mais singulares, o autor conjuga prosa e poesia para lançar uma visão ao mesmo tempo lírica e aguda do cotidiano. Posfácio de Francisco Bosco. Leia +
PELA LUZ DOS OLHOS TEUS
Vinicius de Moraes
Uma breve seleção de poemas de amor do poeta Vinicius de Moraes para encerrar bem o ano. Leia +
POEMAS ESPARSOS
Vinicius de Moraes
Dando seqüência à reedição completa da obra de Vinicius de Moraes, este volume traz poemas inéditos e póstumos, além de posfácio, textos históricos sobre o autor e caderno de imagens. Organização do poeta Eucanaã Ferraz. Leia +
POEMAS SONETOS E BALADAS E PÁTRIA MINHA
Vinicius de Moraes
Este volume reúne dois altos momentos da obra de Vinicius de Moraes. Poemas, sonetos e baladas, publicado em São Paulo em 1946, é provavelmente o mais importante e o mais belo livro do poeta. Acrescentou-se a Poemas, sonetos e baladas um único poema, o emocionante Pátria minha, que apareceu como um pequeno livro, em 1949, numa edição limitada. Leia +
O POETA APRENDIZ - Uma canção de Vinicius de Moraes e Toquinho - Cantada e ilustrada por Adriana Calcanhotto
Vinicius de Moraes
Nesse livro-disco divertido e emocionante, Adriana Calcanhotto interpreta a canção "O poeta aprendiz", de Vinicius de Moraes e Toquinho, e ilustra o poema. O disco que acompanha a edição traz também o próprio Vinicius lendo o poema e uma faixa caraoquê (apenas com a música) para que o ouvinte possa experimentar o prazer de interpretar a canção. Leia +
QUERIDO POETA - Correspondência de Vinicius de Moraes
Vinicius de Moraes
As mais de duzentas cartas escritas e recebidas por Vinicius de Moraes durante quase cinqüenta anos, entre 1932 e 1980, revelam o homem por trás do artista. Entre destinatários e remetentes estão parentes - principalmente a mãe e as irmãs - e amigos, como Bandeira, Drummond, João Cabral, Tom Jobim, Rubem Braga, Otto Lara Resende e Chico Buarque, entre outros. Leia +
ROTEIRO LÍRICO E SENTIMENTAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO - E outros lugares por onde passou e se encantou o poeta
Vinicius de Moraes
Declaração de amor de Vinicius à sua cidade, com fotografias de Marcia Ramalho. Publicado postumamente, o livro foi composto a partir das indicações do próprio escritor. Leia +
TEATRO EM VERSOS
Vinicius de Moraes
Vinicius de Moraes investiu parte considerável de seu talento no teatro. Como dramaturgo, exercitou-se em diversos gêneros: poema dramático, tragédia, drama realista e comédia musicada. Orfeu da Conceição, Procura-se uma rosa e Pobre menina rica são algumas de suas peças incluídas nesta coletânea. Leia +
VINICIUS MENINO
Vinicius de Moraes
Doze poemas e crônicas de Vinicius de Moraes, alguns inéditos, sobre sua infância e temas afins. Lembranças dos tempos de menino, e reflexões repletas da astúcia e sensibilidade que somente as crianças - e os poetas - são capazes de elaborar. Leia +
Autor
Faça seu cadastro no Grupo Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2017