Livro acessível
0
Carrinho
Catálogo / Companhia das Letras / AS MÁSCARAS DA CIVILIZAÇÃO
Clique para ampliar
Companhia das Letras
AS MÁSCARAS DA CIVILIZAÇÃO
#ASMASCARASDACIVILIZACAO
A partir dos sentidos da palavra civilização na França dos séculos XVII e XVIII, o autor aborda as relações entre a doutrina clássica da civilidade e a arte da adulação; as funções das fábulas e mitos; exílio, sátira e tirania em Montesquieu; o estilo filosófico em Voltaire; e a busca do remédio no próprio mal, em Rousseau.
Apresentação
Jean Starobinski estuda a linguagem e os argumentos desenvolvidos em torno da idéia de "civilização" na França dos séculos XVII e XVIII. No primeiro ensaio, reconstitui a história dessa palavra, que, com o sentido moderno de processo de aperfeiçoamento do homem, entrou no dicionário na segunda metade do século XVIII. A partir dessas reflexões iniciais, e escrevendo sempre com uma inteligência que inspira admiração reverente, o grande lingüista e filósofo de Genebra aborda as relações entre a doutrina clássica da civilidade e a arte da adulação; as funções das fábulas e dos mitos nos séculos XVII e XVIII; as relações entre exílio, sátira e tirania em Montesquieu; o estilo filosófico em Voltaire; e a busca do remédio no próprio mal, em Rousseau. São seis ensaios que refletem sobre os limites entre mistificação e sinceridade, entre adulação e civilidade, entre civilização e barbárie.
Ficha Técnica
Título original: LE REMEDE DANS LE MAL
Tradução: Maria Lucia Machado
Páginas: 312
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.391 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 04/09/2001
ISBN: 9788535901641
Selo: Companhia das Letras
Autor
Comentários

Deixe seu comentário

Você deve estar logado para comentar
Faça seu login

Assine a newsletter da Companhia