Livro acessível
Títulos / Companhia das Letras / O IMPERIALISMO SEDUTOR
Clique para ampliar
Companhia das Letras
O IMPERIALISMO SEDUTOR
A americanização do Brasil na época da Segunda Guerra
#OIMPERIALISMOSEDUTOR
Baseado em ampla pesquisa, Antonio Pedro Tota analisa as ações da verdadeira "fábrica de ideologias" criada pelo governo americano para conquistar o apoio brasileiro durante a Segunda Guerra. Uma visão inédita das origens da americanização brasileira.
Apresentação
Ponto estratégico na disputa com o Eixo, o Brasil transformou-se durante a Segunda Guerra numa das prioridades da política externa americana. Para o presidente Roosevelt, garantir o apoio do país era indispensável para manter a soberania do continente e, por conseqüência, dos Estados Unidos. Criou-se então uma agência especial, comandada pelo multimilionário Nelson Rockefeller. O objetivo era promover o estreitamento das relações entre americanos e brasileiros - principalmente através dos meios de comunicação. A agência organizou um verdadeiro "bombardeio ideológico" ao país, divulgando através do rádio, do cinema e das revistas um mundo atraente de consumo e progresso. Não podia ser diferente: encarnado por astros como John Ford, Walt Disney ou Orson Welles, o american way of life tornava-se quase irresistível. Baseado em ampla pesquisa, Antonio Pedro Tota realiza uma abordagem inédita das origens da americanização brasileira.
Ficha Técnica
Título original: IMPERIALISMO SEDUTOR, O
Capa: Ettore Bottini
Páginas: 272
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.340 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 20/06/2000
ISBN: 9788535900149
Selo: Companhia das Letras
Autor

Assine a newsletter da Companhia