Livro acessível
0
Carrinho
Títulos / Companhia das Letras / EU, MALIKA OUFKIR, PRISIONEIRA DO REI
Companhia das Letras
EU, MALIKA OUFKIR, PRISIONEIRA DO REI
Tradução: Eduardo Brandão
#EU,MALIKAOUFKIR,PRISIONEIRADOREI
A marroquina Malika Oufkir foi adotada aos cinco anos pelo rei Mohammed V e criada como princesa. Depois que seu pai verdadeiro, general de exército, fracassa numa tentativa de golpe de Estado, ela, a mãe e seis irmãos são encarcerados no deserto. Este é o relato dos vinte anos de prisão.
Apresentação
Malika Oufkir foi criada como uma princesa. Filha de um general, chefe do exército e da polícia secreta do Marrocos, ela foi adotada pelo rei Mohammed V e, depois da morte dele, por seu filho Hussein II, vivendo até os dezoito anos como se fosse uma princesa. Morou em palácios, recebeu uma educação refinada, circulou pelo mundo em jatos executivos e se acostumou a conviver com reis e artistas de cinema, vestindo-se com os costureiros mais caros de Paris.
Um dia, porém, quando seu verdadeiro pai, Mohamed Oufkir, tentou um golpe de Estado para derrubar Hussein, essa vida de sonhos começou a ruir e a se transformar num pesadelo. Seu pai foi assassinado e ela, a mãe e seus cinco irmãos foram levados para uma prisão em algum lugar do Saara. Durante vinte anos eles viveram em condições desumanas, submetidos a toda sorte de humilhações, até conseguirem escapar da polícia de Hussein numa arriscada fuga pelo deserto.
Esta é a história que a própria Malika e a jornalista francesa Michèle Fitoussi contam em Eu, Malika Oufkir, prisioneira do rei. Uma história de "dar calafrios", como escreve o jornalista Fernando Moraes na orelha do livro.
Ficha Técnica
Título original: LA PRISONNIERE
Tradução: Eduardo Brandão
Capa: João Baptista da Costa Aguiar
Páginas: 368
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.445 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 26/04/2000
ISBN: 9788571649910
Selo: Companhia das Letras
Autor

Assine a newsletter da Companhia