Livro acessível
0
Carrinho
Catálogo / Companhia das Letras / ACADEMIAS DE ARTE
Clique para ampliar
Companhia das Letras
ACADEMIAS DE ARTE
Passado e presente
Tradução: Vera Maria Pereira
#ACADEMIASDEARTE
Neste clássico da história da arte, originalmente lançado em 1940, Nikolaus Pevsner pesquisa a evolução do ensino artístico e suas relações com a política, a sociedade e a estética ao longo de quatro séculos, desde as primeiras experiências renascentistas até a Bauhaus alemã.
Apresentação
Em Academias de arte, Nikolaus Pevsner aborda mais de quatrocentos anos de ensino artístico em uma pesquisa monumental, que vai desde as primeiras experiências renascentistas até a Bauhaus alemã. O livro é um dos grandes clássicos da história da arte, agora em sua primeira tradução para a língua portuguesa.
A palavra "academia" originou-se na Grécia antiga e faz referência ao nome do bairro onde Platão levava seus alunos para ensinar filosofia. O termo, que migrou para a Itália no Renascimento, serviu primeiro para designar grupos de amigos dedicados a estudar os mais variados assuntos, como a arte e a filosofia. Foi no século XVI, com o advento do absolutismo, que a palavra ganhou outro sentido. O Estado passa a ser mais rígido e as academias vão sentir os reflexos dessa nova ordem política em um regime administrativo igualmente mais severo. Assim, com o estreitamento do vínculo entre artistas e governo, essas instituições tornam-se fatores determinantes na história da arte.
Mas o autor não se limita a descrever a evolução dos estilos e dos métodos de ensino; seu interesse está na relação do artista com seu tempo e as mudanças de sua função perante a sociedade. Para isso, Pevsner analisa cada uma das instituições que importaram o rígido modelo italiano ao longo dos séculos, em suas particularidades, conflitos e polêmicas.
O livro faz parte da coleção História Social da Arte, coordenada por Sergio Miceli e Lilia Moritz Schwarcz, inaugurada com o lançamento de A pintura da vida moderna, de T. J. Clark.
Ficha Técnica
Título original: ACADEMIES OF ART
Tradução: Vera Maria Pereira
Capa: Angelo Venosa
Páginas: 440
Formato: 16.00 X 23.00 cm
Peso: 0.780 kg
Acabamento: Capa flexível
Lançamento: 17/02/2005
ISBN: 9788535905878
Selo: Companhia das Letras
Série
ACADEMIAS DE ARTE - Passado e presente
Nikolaus Pevsner
Neste clássico da história da arte, originalmente lançado em 1940, Nikolaus Pevsner pesquisa a evolução do ensino artístico e suas relações com a política, a sociedade e a estética ao longo de quatro séculos, desde as primeiras experiências renascentistas até a Bauhaus alemã. Leia +
A CAIXA DE PANDORA - As transformações de um símbolo mítico
Dora Panofsky e Erwin Panofsky
Neste volume da Coleção História Social da Arte, os historiadores Dora e Erwin Panofsky destrincham os percursos e as metamorfoses do mito de Pandora ao longo dos séculos em diferentes tradições e registros. Leia +
A GÊNESE DA SOCIEDADE DO ESPETÁCULO - Teatro em Paris, Berlim, Londres e Viena
Christophe Charle
Christophe Charle faz um estudo minucioso dos primórdios da sociedade do espetáculo no século XIX, com foco na multidão anônima de atores, diretores e autores que trabalharam no teatro, muitos deles esquecidos pela história. Leia +
HISTÓRIAS DE FANTASMA PARA GENTE GRANDE - Escritos, esboços e conferências
Aby Warburg
Coletânea de ensaios atesta a crescente importância da obra inesgotável de Aby Warburg. Leia +
O MODELO ITALIANO
Fernand Braudel
Neste livro da coleção História Social da Arte, coordenada por Sergio Miceli e Lilia Moritz Schwarcz, o historiador francês Fernand Braudel analisa as condições sociais, culturais e econômicas que propiciaram o apogeu italiano de 1450 a 1650. Leia +
PADRÕES DE INTENÇÃO - A explicação histórica dos quadros
Michael Baxandall
Neste clássico da história social da arte, publicado originalmente em 1985, Michael Baxandall investiga a relação entre o artista e seu tempo, em busca de uma nova maneira de entender obras antigas e modernas. Leia +
A PINTURA DA VIDA MODERNA - Paris na arte de Manet e de seus seguidores
T. J. Clark
Aclamado estudo sobre a pintura impressionista e a Paris do século XIX que se foca nas obras de arte e nas motivações sociais do período. Ensaio revitalizador da crítica da pintura moderna, o livro dá início à coleção História Social da Arte, coordenada por Sérgio Miceli e Lilia Moritz Schwarcz. Edição ilustrada com mais de 120 imagens. Leia +
RETRATO E SOCIEDADE NA ARTE ITALIANA - Ensaios de história social da arte
Enrico Castelnuovo
Reunidos pela primeira vez em livro, estes seis ensaios fundamentais abordam aspectos da arte italiana dos séculos XIV ao XIX e debatem a moderna história social da arte. Leia +
Autor
Comentários

Deixe seu comentário

Você deve estar logado para comentar
Faça seu login

Assine a newsletter da Companhia