Livro acessível
0
Carrinho
Clique para ampliar
#POEMAS
Edição definitiva da obra de Mário de Sá-Carneiro, o poeta que ao lado de Fernando Pessoa é o grande nome do modernismo em Portugal. Organizado pela pesquisadora portuguesa Teresa Sobral Cunha, que preparou um alentado aparato crítico, o livro traz as composições confiadas ao amigo Fernando Pessoa pouco antes do suicídio de Sá-Carneiro em 1916.
Apresentação
Mário de Sá-Carneiro foi o principal companheiro de geração de Fernando Pessoa. Os dois se tornaram amigos trocando cartas entre 1912 e 1916, quando o autor de Mensagem vivia em Lisboa. Nesse período, Sá-Carneiro estava em Paris, onde escreveria a maior parte de sua obra e se mataria com uma dose de veneno em 1916, num quarto de hotel.
Dias antes do suicídio, Sá-Carneiro enviou a Pessoa um pacote com seus manuscritos: "Pode fazer publicar os versos", escreveu, como quem avisava ao amigo que decidira abandonar a vida, mas não completamente.
"O Emigrado astral", "o possesso do Pasmo", "o Esfinge gorda": assim Sá-Carneiro descreveu a si mesmo em seus versos, ao mesmo tempo líricos e violentamente auto-irônicos. A nova edição de sua obra poética mostra um conjunto de poemas consolidado, que "desafia as pretensões de unidade do indivíduo moderno", como observa o poeta e crítico Sérgio Alcides, na orelha deste Poemas.
Ficha Técnica
Título original: POEMAS - MÁRIO DE SÁ-CARNEIRO
Capa: Angelo Venosa
Páginas: 152
Formato: 16.00 X 23.00 cm
Peso: 0.247 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 24/06/2004
ISBN: 9788535905076
Selo: Companhia das Letras
Autor

Assine a newsletter da Companhia