Companhia das Letras
ÀS CEGAS
#ASCEGAS
Um relato cru da descida de um homem ao inferno, sem lugar para vítimas e culpados fáceis: detentos, carcereiros, funcionários, são todos peças de uma engrenagem brutal, conformada para retirar do indivíduo a possibilidade de uma segunda chance.
Apresentação
Luiz Alberto Mendes passou boa parte da vida em reformatórios e penitenciárias do estado de São Paulo. Neste livro conta a experiência que o levou à escrita e ao trabalho voluntário, e também mostra como encontrou nas amizades e nas relações amorosas um antídoto contra o desespero.
Às cegas, nova obra do autor de Memórias de um sobrevivente (2001), acompanha um período que vai de sua aprovação no vestibular de direito, em 1982, às suas primeiras tentativas literárias, já nos anos 90. Em nenhum momento Mendes se apresenta como vítima. No entanto, não deixa de mostrar as engrenagens de um sistema carcerário brutal, montado para dificultar ao máximo o caminho de quem espera por uma segunda chance.
Uma história trágica, como a de Às cegas, deixa pouca margem para a esperança. No final da leitura, contudo, fica o retrato de alguém que procurou uma saída possível em meio à descida ao inferno: "Vivi, e num mundo de homens estilhaçados. O medo permeava, e tinha cheiro de flores molhadas, surdamente pisadas à porta de cemitérios. Mas mesmo assim existi, e com intensidade".
Ficha Técnica
Título original: ÀS CEGAS
Capa: Kiko Farkas / Máquina Estúdio
Páginas: 360
Formato: 14.00 x 21.00 cm
Peso: 0.435 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 18/10/2005
ISBN: 9788535907322
Selo: Companhia das Letras
Autor
Faça seu cadastro no Grupo Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2017