Livro acessível
0
Carrinho
Títulos / Objetiva / DEUS, ENTRE OUTROS INCONVENIENTES
Clique para ampliar
Objetiva
DEUS, ENTRE OUTROS INCONVENIENTES
Tradução: Eliana Aguiar
Livro
R$ 44,90
Fechar
Escolha um vendedor
#DEUS,ENTREOUTROSINCONVENIENTES
Apresentação
Em Deus, entre outros inconvenientes, o filósofo e professor da Universidade de Harvard Xavier Rubert de Ventós exerce um contrapeso aos dogmas contemporâneos, tratados como acima de qualquer suspeita e reproduzidos à exaustão. Munido de vasto repertório histórico e filosófico, o autor argumenta com desenvoltura, lançando mão da filosofia ocidental e de uma boa dose de acidez para questionar verdades sociais absolutas. A começar pela maior delas: a existência de Deus.
A ironia expressa no título dá o tom ao estilo adotado pelo autor catalão. Na introdução, Ventós deixa claro que seu intuito é questionar lugares-comuns e mexer com ilusões. "O excesso de unanimidade sempre me pareceu um pouco suspeito, quando não temível. Todo consenso demasiadamente geral costuma ser o prólogo que anuncia (ou o epílogo que legitima) algum tipo de linchamento, físico ou moral".
Para o filósofo, "Deus é o primeiro expediente com o qual conseguimos extravasar de alguma maneira o desamparo e o enigma de nossa existência (consequentemente, é também o primeiro inconveniente na hora de entendê-los ou de enfrentá-los".
Sem recorrer a didatismos, o livro, constituído por uma seleção de ensaios sobre temas diversos, divide-se em duas partes. A primeira percorre a construção da ideia de divindade e suas distintas concepções históricas. Ao contrário da religiosidade clássica, o cristianismo impôs um Deus único, intervencionista, ciumento e infalível. O fundamentalismo moderno, defende o autor, surge do encontro histórico da sociedade romana com o aparecimento e a expansão da fé cristã. "Nasce precisamente da mescla (...) do universalismo territorial romano e o universalismo espiritual cristão", aponta.
Na segunda parte, o autor se volta, em análises breves, contra as unanimidades do mundo de hoje. Quando se pensava que o século XX houvesse, por fim, exterminado os mitos do passado, o autor oferece um desvio de foco, provocando um olhar menos autocomplacente para temas ainda hoje sacramentados.
Ventós desafia a convenção do politicamente correto, como no ensaio "Defender sexo, tabaco e chocolate", desconfia da razão e do amor e é cético em relação à linguagem. A busca insaciável pelas vanguardas, os laços familiares tratados como uma bolha de proteção contra a maldade humana são alvos de um pensador que recusa convenções. Afinal, explica o escritor, "quando todo mundo está de acordo em criticar algo, o que está em jogo é mais a cumplicidade do grupo do que a objetividade do juízo".
Ficha Técnica
Título original: DIOS, ENTRE OTROS INCONVENIENTES
Tradução: Eliana Aguiar
Capa: Marcelo Pereira
Páginas: 208
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.300 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 20/04/2011
ISBN: 9788539002276
Selo: Objetiva
Autor

Assine a newsletter da Companhia