Home | Livros | Paralela | SUPERNORMAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

Apresentação

Lançado em tempos de divisão e intolerância, Supernormal é um livro delicado, contundente e, sobretudo, necessário.

Frequentemente comprados juntos

Paralela

Supernormal

Pedro Henrique Neschling

R$ 47,90

Seguinte

Conectadas

Clara Alves

R$ 38,43

Quadrinhos na Cia

Manual do Minotauro

Laerte

R$ 112,90

Preço total de

R$ 199,23

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Paralela

Ele: Quando Ryan conheceu James

Sarina Bowen Elle Kennedy

R$ 54,90

Seguinte

Conectadas

Clara Alves

R$ 38,43

Paralela

Gigantes

Pedro Henrique Neschling

R$ 49,90

Indisponível

Seguinte

Cinco Júlias

Matheus Souza

R$ 54,90

Companhia das Letras

O amor dos homens avulsos

Victor Heringer

R$ 57,90

Indisponível

Paralela

Adulta sim, madura nem sempre

Camila Fremder

R$ 54,90

Paralela

Se não eu, quem vai fazer você feliz?

Graziela Gonçalves

R$ 54,90

Objetiva

Devassos no Paraíso (4ª edição, revista e ampliada)

João Silvério Trevisan

R$ 87,90

Companhia das Letras

Um útero é do tamanho de um punho

Angélica Freitas

R$ 37,90

Ficha Técnica

Título original: Supernormal Páginas: 200 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.221 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 25/05/2018
ISBN: 978-85-8439-115-8 Selo: Paralela Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Lançado em tempos de divisão e intolerância, Supernormal é um livro delicado, contundente e, sobretudo, necessário.

Lançado em tempos de divisão e intolerância, Supernormal é um livro delicado, contundente.Beto leva uma vida normal, dividida entre um emprego no escritório de advocacia da mãe, almoços com os colegas de trabalho e os discos das suas bandas de rock preferidas. Até que seu mundo vira de cabeça para baixo quando depara com Helena, pessoa de quem foi melhor amigo na adolescência e que hoje é uma mulher trans.Se em um primeiro momento Beto fica obcecado em compreender a transição que ela enfrentou, logo passa a questionar outra realidade: a sua própria. Revendo privilégios e preconceitos, ele descobre que precisa escolher um lado. O preço disso, porém, pode ser mais alto do que imagina."Supernormal não é exatamente um livro sobre nós, pessoas trans, mas sobre uma personagem que, ao estranhar nossa existência, passa a estranhar a sua própria e os motivos que tornariam temerária nossa tão característica ousadia de lutar pelo que somos e pelo que dá sentido à nossa vida." -- Amara Moira, travesti, doutora pela Unicamp e autora de E se eu fosse puta

Sobre o autor