Cadastro | Login | Meus pedidos | Carrinho
Selos
Catálogo
Minha Companhia
Cadastre-se no site.
Quero receber o boletim
O CLUBE DO BANGUE-BANGUE - Instantâneos de uma guerra oculta
R$ 57,00 Indisponível
 
Indique Comente
É necessário estar logado para utilizar este recurso. Acompanhe
O período compreendido entre a libertação de Nelson Mandela, em 1990, e sua eleição para presidente, em 94, foi um dos mais violentos da história da África do Sul. A euforia gerada pela libertação do líder negro foi acompanhada de uma intensa onda de terror.
O governo branco sustentava que os distúrbios eram fruto da luta travada entre o CNA (Congresso Nacional Africano), de Mandela, e o Inkatha, partido separatista zulu. Anos depois, ficaria provado que os assassinatos eram planejados pelo governo a fim de abalar a sustentação do CNA e impedir a vitória do partido na primeira eleição em que brancos, negros e coloured votariam em igualdade de condições.
Trabalhando para jornais do país e agências internacionais, os amigos Ken Oosterbroek, Kevin Carter, João Silva e Greg Marinovich fotografavam os conflitos na periferia de Joanesburgo. Os quatro ganharam um apelido de uma revista sul-africana: Clube do Bangue-Bangue - rótulo a que resistiram inicialmente, mas que terminaram por assumir.
As fotos do Clube contribuíam para chamar a atenção do mundo para o que ocorria na África do Sul e receberam prêmios internacionais, como o Pulitzer. Mas os quatro fizeram, cada um a seu modo, uma descida aos infernos. Unidos pela terrível experiência de registrar os massacres, eles experienciaram um profundo dilema ético: quando se presencia um assassinato, é melhor socorrer a vítima ou fotografar? Dilacerados pela violência extrema e pela obstinação em obter a melhor foto, cumpriram trajetórias distintas, mas marcadas pela mesma dificuldade: lidar com a impossibilidade de registrar os acontecimentos e, ao mesmo tempo, ajudar as pessoas em perigo.
Ken Oosterbroek morreu durante uma batalha na cidade-dormitório de Thokoza, em 1994. Kevin Carter suicidou-se aspirando a fumaça de seu carro. O sul-africano Greg Marinovich e o moçambicano João Silva sobreviveram, e refazem em O Clube do Bangue-Bangue uma história que permite entender os lances mais violentos de um combate selvagem e dá contornos tão humanos quanto dramáticos ao dia-a-dia de um correspondente de guerra.
Blogger Delicious Digg Facebook Google Myspace Netvibes StumbleUpon Technorati Twitter Wordpress
Opinião do leitor
Nome
Cidade
E-mail
Opinião
Indicação (opcional)
 
Sugestões
PARATII
GÊNESE DA SOCIEDADE DO ESPETÁCULO, A
SOLDADOS
Título original
THE BANG BANG CLUB
Páginas
344
Formato
14.00 x 21.00 cm
Peso
0.44500 kg
Acabamento
Brochura
Lançamento
25/03/2003
ISBN
9788535903362
Selo
Companhia das Letras
Greg Marinovich
João Silva
Atendimento
Editora Schwarcz S.A.
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone.: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Clique aqui e confira a lista de distribuidores da Companhia das Letras no Brasil e no exterior.
Equipe
A equipe atual da Companhia das Letras conta com 177 funcionários.
Livros de qualidade, que convidam à leitura Livros para jovens de todas as idades Livros afinados com a sensibilidade infantil Grandes sucessos em edição econômica O melhor dos quadrinhos nacionais e estrangeiros Excelência em livros de apoio ao professor