Títulos / Companhia das Letras / O FILHO DA MÃE
#OFILHODAMAE
Apresentação
Em O filho da mãe, Bernardo Carvalho orquestra uma multiplicidade de vozes e pontos de vista, sem nunca perder de foco o motivo recorrente da maternidade, imbricado com o seu avesso: o sentimento de orfandade, de desamparo e desajuste, cuja representação mais crua é a guerra. "As mães têm mais a ver com a guerra do que imaginam", diz a certa altura uma personagem. O livro, de certo modo, é a demonstração poética disso.
Embora o pano de fundo da história seja a segunda guerra da Tchetchênia, em 2003, Carvalho volta-se neste romance à figura da mãe, ao tema da maternidade. Serão as mães, moduladas e refratadas nas diversas histórias que aqui se entrelaçam, o fio condutor de uma trama singular, cujo resultado vem confirmar a posição do autor entre um dos mais originais e inovadores da literatura brasileira contemporânea.
São Petersburgo, cidade literária por excelência, é o epicentro da tragédia. Mas, como costuma acontecer nos livros de Bernardo Carvalho, a ação se expande vertiginosamente no tempo e no espaço. Do Oiapoque ao Nieva, de Grozni ao mar do Japão, chegam os estilhaços desses dramas nucleares de mães culpadas, filhos extraviados e pais tirânicos ou ausentes. Todos os personagens parecem, em alguma medida, estar fora do lugar, em famílias e países alheios - daí a força que adquire, no contexto, a figura monstruosa da quimera, aberração rejeitada pela natureza e pelo homem.
Romance de alta voltagem emocional, sem prejuízo do viés crítico e da complexidade da construção narrativa, O filho da mãe é um passo à frente na literatura sempre inquieta e surpreendente de Bernardo Carvalho.




Ficha Técnica
Título original: O FILHO DA MÃE
Capa: Retina _ 78
Páginas: 208
Formato: 14.00 x 21.00 cm
Peso: 0.265 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 27/02/2009
ISBN: 9788535913965
Selo: Companhia das Letras
Série
BARREIRA
Amilcar Bettega Barbosa
Istambul é o cenário de um romance ousado e absorvente. A estreia na narrativa longa de um dos melhores contistas brasileiros contemporâneos. Leia +
CORDILHEIRA
Daniel Galera
Primeiro lançamento da coleção Amores Expressos, Cordilheira fala de uma escritora brasileira que muda sua vida ao conhecer um misterioso fã numa viagem à Argentina. Uma trama sobre perdas e sonhos, mas também uma reflexão sobre os limites nem sempre definidos entre realidade e ilusão. Leia +
DIGAM A SATÃ QUE O RECADO FOI ENTENDIDO
Daniel Pellizzari
Conspirações, deuses vingativos e uma agência de turismo que inventa lugares mal-assombrados em Dublin na volta de Daniel Pellizzari à ficção. Leia +
DO FUNDO DO POÇO SE VÊ A LUA
Joca Reiners Terron
Wilson e William são gêmeos mas não poderiam ser mais diferentes. Um é violento e taciturno, o outro é feminino e inteligente. Uma trama exótica e imprevisível, que nos leva da São Paulo da década de 1980 até os cabarés clandestinos de um Egito contemporâneo e decadente. Leia +
ESTIVE EM LISBOA E LEMBREI DE VOCÊ
Luiz Ruffato
Neste terceiro volume da coleção Amores Expressos, Luiz Ruffato revela sua mão segura e inventiva ao narrar a história de Serginho, mineiro desiludido com o casamento e a falta de emprego que decide se aventurar em Portugal, em busca de redenção financeira e, quiçá, amorosa. Leia +
O FILHO DA MÃE
Bernardo Carvalho
Segundo volume da coleção Amores Expressos, O filho da mãe entrelaça as histórias de um punhado de mulheres que buscam livrar seus filhos da guerra, da solidão e do crime. Do autor de Mongólia e Nove noites. Leia +
ITHACA ROAD
Paulo Scott
Neste novo romance do projeto Amores Expressos, Paulo Scott narra uma delicada história de amor e amizade. Leia +
O LIVRO DE PRAGA - Narrativas de amor e arte
Sérgio Sant'Anna
Os sete contos que compõem o sexto volume da coleção Amores Expressos narram a viagem improvável de Antônio Fernandes à capital tcheca. A ponte Carlos é o eixo geográfico de aventuras que insistem na ideia de que transcendência, arte e sexo convergem em morte. Leia +
NUNCA VAI EMBORA
Chico Mattoso
Um jovem dentista brasileiro viaja a Havana, onde sua namorada pretende filmar um documentário. O desaparecimento repentino da garota atira o protagonista numa espiral obsessiva que encontra eco nas idiossincrasias da vida cubana. Leia +
O ÚNICO FINAL FELIZ PARA UMA HISTÓRIA DE AMOR É UM ACIDENTE
João Paulo Cuenca
Destaque da nova geração de escritores brasileiros, J. P. Cuenca narra a tórrida e acidentada relação de um jovem executivo de Tóquio com uma garçonete do Leste Europeu. O casal é ameaçado pelo perverso pai do rapaz, um velho poeta que vive com uma boneca erótica e mantém uma rede de voyeurismo. Leia +
Autor
Faça seu cadastro na Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A.
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone.: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Todos os direitos reservados 2016