Títulos / Companhia das Letras / DURANTE AQUELE ESTRANHO CHÁ
#DURANTEAQUELEESTRANHOCHA
Nestes fragmentos de memórias, Lygia Fagundes Telles passa a limpo momentos decisivos de sua formação literária e humana. Encontros com personalidades se entremeiam com reflexões sobre o ofício do escritor e a condição da mulher no mundo contemporâneo. Posfácio de Alberto da Costa e Silva.
Apresentação
Reunidos pela primeira vez em 2002, estes textos breves, de origens, naturezas e épocas diversas, compõem um vívido painel de memórias de Lygia Fagundes Telles, com destaque para seus encontros e diálogos com personalidades literárias que, de um modo ou de outro, marcaram a sua formação como escritora.
Das conversas com Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre às visitas a Jorge Amado e Zélia Gattai, da amizade com Hilda Hilst a um estranho diálogo com Jorge Luis Borges, passando por uma entrevista concedida à amiga Clarice Lispector, a autora passa em revista momentos que enriqueceram sua sensibilidade artística e sua visão de mundo.
Nos fragmentos de memórias reunidos aqui, Lygia Fagundes Telles se expõe inteira a seus leitores, tornando-os ainda mais próximos de sua obra literária, já por si tão calorosa e sedutora.
Ficha Técnica
Título original: DURANTE AQUELE ESTRANHO CHÁ
Capa: Raul Loureiro
Claudia Warrak
Páginas: 160
Formato: 14.00 x 21.00 cm
Peso: 0.234 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 12/05/2010
ISBN: 9788535916393
Selo: Companhia das Letras
Série
ANTES DO BAILE VERDE
Lygia Fagundes Telles
Nos dezoito contos reunidos em Antes do baile verde, Lygia Fagundes Telles examina com olhar ao mesmo tempo crítico e solidário os mais variados destinos humanos. Na prosa fluente e sedutora que a tornou uma de nossas autoras mais admiradas, descortinam-se conflitos amorosos, descobertas surpreendentes e a eterna tensão entre o desejo e a consciência moral. Leia +
CIRANDA DE PEDRA
Lygia Fagundes Telles
Este originalíssimo romance de formação é um dos marcos da carreira de Lygia Fagundes Telles. Lançado em 1954, narra a história de uma família de classe média abalada em seus alicerces pela loucura, pela paixão e pela morte. Leia +
A DISCIPLINA DO AMOR - Memória e ficção
Lygia Fagundes Telles
Carlos Drummond de Andrade chamou de “miniaturas” esses textos fragmentários, escritos à margem da vida, em que a realidade confina com as invenções da ficção e da memória afetiva. Pequenos contos, reflexões curtas, notas cotidianas: tudo aqui se confunde numa amorosa variedade. Leia +
DURANTE AQUELE ESTRANHO CHÁ
Lygia Fagundes Telles
Nestes fragmentos de memórias, Lygia Fagundes Telles passa a limpo momentos decisivos de sua formação literária e humana. Encontros com personalidades se entremeiam com reflexões sobre o ofício do escritor e a condição da mulher no mundo contemporâneo. Posfácio de Alberto da Costa e Silva. Leia +
A ESTRUTURA DA BOLHA DE SABÃO - Contos
Lygia Fagundes Telles
Os oito contos aqui reunidos falam de personagens em descompasso com o mundo ao seu redor. O peso opressivo do passado empurra essas criaturas para o desespero, a apatia, a fantasia ou o crime. A vida, parece nos dizer a autora, é frágil, fugaz e misteriosa como uma bolha de sabão. Posfácio de Alfredo Bosi. Leia +
HISTÓRIAS DE MISTÉRIO
Lygia Fagundes Telles
Seis contos inquietantes introduzem o leitor ao universo de Lygia Fagundes Telles, em coletânea organizada por Rosa Amanda Strausz. A morte, o amor e a perda compõem situações envoltas por uma atmosfera perturbadora, quase fantasmagórica. Leia +
AS HORAS NUAS - Romance
Lygia Fagundes Telles
Num dos livros mais modernos e definitivos de Lygia Fagundes Telles, uma atriz decadente que se prepara para voltar aos palcos faz um amargo balanço de sua vida amorosa e de suas derrotas pessoais, ao mesmo tempo que lança luz aos dramas de seus homens, de sua filha e de sua jovem analista. Posfácio de José Paulo Paes. Leia +
INVENÇÃO E MEMÓRIA
Lygia Fagundes Telles
Invenção e memória se alimentam mutuamente nestes fascinantes contos de maturidade, em que Lygia Fagundes Telles parte das suas lembranças de menina para dar asas à fantasia e contar desde episódios biográficos até histórias de fantasmas e seres sobrenaturais. Leia +
AS MENINAS
Lygia Fagundes Telles
São Paulo, 1973, auge da ditadura militar. Num pensionato para moças, as universitárias Lorena, Lia e Ana Clara iniciam a vida adulta num mundo conturbado por rápidas transformações. Lygia Fagundes Telles entrelaça de modo sutil e complexo as trajetórias dessas meninas às voltas com o sexo, as drogas e a repressão política. Leia +
A NOITE ESCURA E MAIS EU
Lygia Fagundes Telles
Publicados originalmente em 1995, os nove contos breves reunidos neste livro combinam alta intensidade dramática e extrema densidade literária. Com sua maestria narrativa, a autora cria situações que expõem suas personagens no que elas têm de mais secreto e indizível. Leia +
PASSAPORTE PARA A CHINA - Crônicas de viagem
Lygia Fagundes Telles
Em Passaporte para a China, Lygia Fagundes Telles, a grande dama da literatura brasileira reúne pela primeira vez em livro crônicas de viagem publicadas na imprensa em 1960, com impressões pitorescas e poéticas sobre a China, o Brasil e os paradoxos do mundo moderno. Leia +
SEMINÁRIO DOS RATOS
Lygia Fagundes Telles
Publicado originalmente em 1977, este volume reúne alguns dos contos mais sutis e complexos de Lygia Fagundes Telles, que palmilha o terreno do fantástico e lança mão de todos os seus recursos literários para tratar de temas como o amor, a loucura, a velhice, o poder e a morte. Leia +
VERÃO NO AQUÁRIO
Lygia Fagundes Telles
De um lado, uma jovem indecisa em tempos de crise de valores. De outro, sua mãe, presença forte e independente. Uma paixão irresistível virá aquecer o conflito entre as duas, num dos romances mais perturbadores da autora. Leia +
Autor
Faça seu cadastro na Companhia das Letras e personalize sua experiência


Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A.
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone.: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Todos os direitos reservados 2017