Livro acessível
MATINAS SUZUKI JR.


#MatinasSuzukiJr.
Títulos
Companhia das Letras
Uma autobiografia desautorizada - Vol. 1

Em seu aguardado livro de memórias (desautorizadas!), Jô Soares ilumina os bastidores da própria vida com humor e inteligência irresistíveis. Leia +
Companhia das Letras

Em textos escritos ao longo de duas décadas sobre tópicos que vão desde os dilemas do pacifismo até a decadência dos pubs londrinos, George Orwell emerge como um agudo observador do mundo e ao mesmo tempo um combatente incansável contra a hipocrisia política e a covardia intelectual. Leia +
Companhia das Letras
Um jovem escritor e um grande fotógrafo vão ao sul dos Estados Unidos para fazer a reportagem que revolucionou o jornalismo

Concebido como reportagem sobre os efeitos da Grande Depressão, Elogiemos os homens ilustres foi recusado pela revista que o encomendou por romper os padrões de redação da época. Lançado em livro, tornou-se um clássico do jornalismo literário e da reportagem fotográfica, ao retratar de maneira original e arrebatadora a convivência do escritor James Agee e do fotógrafo Walker Evans com lavradores pobres do Alabama, em 1936. Leia +
Companhia das Letras
STASILÂNDIA (2008)

Em um relato de extraordinária qualidade literária, a australiana Anna Funder traça um emocionado perfil dos atos individuais de heroísmo e resistência que conduziram à queda do muro de Berlim. Posfácio de William Waack. Leia +
Companhia das Letras
Obituários do New York Times
Vários autores

O livro das vidas, uma seleção de obituários publicados no New York Times, é também uma aula de jornalismo, assinada por profissionais que combinam humor, ironia, poder de síntese e raro talento para contar a história de pessoas comuns que levaram vidas incomuns. Leia +
Companhia das Letras
HIROSHIMA (2002)

A reportagem clássica sobre a bomba atômica que devastou a cidade de Hiroshima em 1945: um retrato de seis sobreviventes escrito um ano depois da explosão. Quarenta anos mais tarde, o autor reencontrou os entrevistados e completou o trabalho. Hiroshima permitiu que o mundo tomasse consciência do catastrófico poder de destruição das armas nucleares. Leia +
Companhia das Letras
Uma autobiografia desautorizada

Em 1969, Jô Soares lança o seu primeiro one-man show, Todos amam um homem gordo, no teatro da Lagoa, no Rio de Janeiro. No ano seguinte, depois do enorme sucesso na Família Trapo, estreia na Globo, no programa que revolucionou os humorísticos na TV brasileira, Faça humor não faça guerra. Na aguardada segunda parte do Livro de Jô: uma autobiografia desautorizada, ele conta tudo (ou quase tudo, ou mais que tudo) que aconteceu desde então, até chegar ao talk show que mudou o fim de noite dos brasileiros. Leia +


Assine a newsletter da Companhia

Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2018