Livro acessível
0
Carrinho
Autor / Jean-Claude Bernardet
JEAN-CLAUDE BERNARDET
JEAN-CLAUDE BERNARDET é professor emérito da Escola de Comunicações e Artes da USP. Um dos principais críticos de cinema do país, é autor de vários livros teóricos, como Cinema brasileiro: propostas para uma história e Cineastas e imagens do povo, e também dos romances Aquele rapaz, A doença, uma experiência e Os histéricos – este em colaboração com Teixeira Coelho –, todos publicados pela Companhia das Letras. AVISE-ME SOBRE NOVOS LIVROS DESTE AUTOR


#Jean-ClaudeBernardet
Catálogo
Companhia das Letras

Um relato sensível e atroz sobre o corpo, a doença e a vida, por um dos maiores críticos de cinema do país. Leia +
Companhia de Bolso
propostas para uma história

Reedição de um clássico da crítica cinematográfica, com coletânea de artigos publicados pelo autor nos últimos trinta anos. Leia +
Companhia das Letras

Quatro décadas depois de escrito, este clássico da crítica cinematográfica conserva intactas sua potência e atualidade. Produzido no calor da hora, Brasil em tempo de cinema é a análise ambiciosa de uma cinematografia às voltas com um país em rápida transformação. Leia +
Companhia das Letras

O ensaísta e crítico de cinema Jean-Claude Bernardet, conhecido por livros como Brasil em tempo de cinema e Cineastas e imagens do povo, publica pela primeira vez um ensaio sobre um diretor não brasileiro. Em Caminhos de Kiarostami, Bernardet investiga a obra de um dos maiores expoentes do cinema contemporâneo. Leia +
Companhia das Letras
AQUELE RAPAZ (2003)

"Ficção autobiográfica" que reconstitui a educação afetiva de um menino. O narrador relembra momentos cruciais da infância e da juventude - divididas entre França e Brasil - em que colégio, família, a Segunda Guerra, arte e sexualidade aparecem como experiências marcantes e, às vezes, traumáticas. Reedição acrescida de posfácio de Roberto Schwarz. Leia +
Companhia das Letras

Reedição atualizada de um livro que marcou a discussão sobre o cinema brasileiro. Bernardet analisa documentários dos anos 60 e 70 - Viramundo, ABC da greve, Opinião pública, Aruanda, entre outros - enfocando a relação dos diretores com a temática popular. Inclui ensaios inéditos sobre filmes como Cabra marcado para morrer e Os anos JK. Leia +
Companhia das Letras
A DOENÇA (1996)

Um texto curto, duro, cheio de força, no exato limite entre o relato e a ficção. Um texto que se lê quase sem respirar. Seu narrador/protagonista, o escritor, ensaísta e cineasta Jean-Claude Bernardet, conta e pensa sua experiência como doente de AIDS. Leia +
Companhia das Letras

O mecanismo deste livro é a fofoca, categoria do cotidiano brasileiro que se cristalizou numa forma dramática poderosa: a telenovela. Os autores modulam essa estrutura da indústria cultural, revendo-a pela técnica de um gênero literário dos mais tradicionais: o romance espistolar. Leia +


Assine a newsletter da Companhia