Livro acessível
0
Carrinho
Autor / Boris Fausto
BORIS FAUSTO
BORIS FAUSTO nasceu em 1930, em São Paulo. É professor aposentado do Departamento de Ciência Política da USP, membro da Academia Brasileira de Ciências e autor de livros como A revolução de 1930, Negócios e ócios e O crime do restaurante chinês.


#BorisFausto
Catálogo
Companhia das Letras
E os dois crimes da mala – São Paulo, 1908-1928

A partir de uma extensa pesquisa, o historiador Boris Fausto transporta o leitor à São Paulo do início do século XX e reconstitui três crimes que abalaram a sociedade da época. Leia +
Companhia das Letras

Clássico que investiga a história das lutas operárias e a formação da classe trabalhadora no Brasil. Leia +
Companhia das Letras

Neste segundo volume de suas memórias, Boris Fausto - um dos mais respeitados historiadores brasileiros - se debruça sobre o começo de sua vida adulta, a formação em direito no Largo de São Francisco, a luta política e a construção da sua família. Leia +
Companhia das Letras

São Paulo, Quarta-Feira de Cinzas de 1938. Ho-Fung e Maria Akiau, donos de um restaurante chinês, aparecem brutalmente assassinados, junto com duas outras vítimas, seus empregados. O suspeito é um jovem negro. Será este um romance policial? Ou trata-se de um livro de história do Brasil? Leia +
Companhia das Letras

Nenhum governante brasileiro permaneceu no poder por tanto tempo quanto Getúlio Vargas. Para traçar o seu perfil, Boris Fausto passa ao largo do maniqueísmo e dos estereótipos, do culto ao "pai dos pobres" e da denúncia do "caudilho". Ele parte das raízes familiares de Getúlio, bem como do ambiente político em que este se formou, no Rio Grande do Sul. Leia +
Companhia das Letras

Um episódio histórico de profundas conseqüências na configuração do Brasil contemporâneo, destrinchado pelo maior especialista no período. Um clássico da historiografia brasileira em nova edição, revista e com novo prefácio do autor. Leia +
Companhia das Letras

Histórias de uma família judia em São Paulo contadas com a agudeza e a graça do verdadeiro sábio, numa homenagem afetuosa aos imigrantes do Brasil. Leia +


Assine a newsletter da Companhia