Livro acessível
0
Carrinho
Autor|Organizador / Evaldo Cabral de Mello
EVALDO CABRAL DE MELLO
EVALDO CABRAL DE MELLO nasceu no Recife em 1936. Estudou Filosofia da História em Madri e Londres. Em 1960, ingressou no Instituto Rio Branco e dois anos depois iniciou a carreira diplomática, servindo nas embaixadas do Brasil em Washington, Madri, Paris, Lima e Barbados. Um dos principais historiadores brasileiros, é autor de Olinda restaurada, Rubro veio, O negócio do Brasil, entre outros. AVISE-ME SOBRE NOVOS LIVROS DESTE AUTOR


#EvaldoCabraldeMello
Catálogo
Penguin Companhia
Conflito. Negociação. Imaginário

Três obras essenciais de um dos maiores historiadores brasileiros. Leia +
Penguin Companhia

Um dos maiores historiadores brasileiros e o maior especialista no período holandês lança compilação de textos que ajudam a entender a formação e a rebeldia de Pernambuco no Brasil colônia. Leia +
Penguin Companhia

Um dos mais importantes historiadores do Brasil lança estudo inédito sobre os engenhos de açúcar no Nordeste do país. Leia +
Companhia de Bolso

Na definição do autor, "o tema deste livro são as negociações luso-neerlandesas que tiveram lugar de 1641 a 1669 e que habilitaram Portugal a recriar pela diplomacia o monólito brasileiro, rachado durante o quarto de século de presença estrangeira no Nordeste. Pode-se dizer que essas negociações embutiram a primeira crise internacional da história do Brasil". Leia +
Penguin Companhia

Este volume dá voz aos trechos mais importantes dos livros, crônicas, documentos e cartas do domínio holandês no Brasil (1630-54). Como se estivesse fazendo um documentário, Evaldo Cabral de Mello optou por uma narrativa clara e bem escrita e, por isso, além de produzir uma obra fundamental para historiadores e pesquisadores, criou um livro de fácil leitura e de grande interesse geral. Leia +
Companhia de Bolso

Estudo clássico sobre a elite colonial brasileira, em que se narra a história de uma manipulação genealógica destinada a esconder, no Pernambuco colonial, as origens judaicas de uma importante família local. Terceira edição, revista e atualizada pelo autor. Leia +
Companhia das Letras
NASSAU (2006)

Ao contrário do que se pensa, João Maurício de Nassau-Siegen não era nem holandês, nem príncipe. Sua família tinha linhagem alemã, e ele nasceu conde - o título de príncipe só lhe foi concedido às vésperas de completar cinqüenta anos. Evaldo Cabral de Mello esmiúça a experiência de Nassau no Brasil à luz das guerras e disputas comerciais da Europa do século XVII. Leia +


Assine a newsletter da Companhia