Livro acessível
0
Carrinho
Autor|Organizador|Tradutor / Sergio Miceli
SERGIO MICELI
Nascido no Rio de Janeiro em 1945, é professor titular do departamento de sociologia na Universidade de São Paulo. Doutor em sociologia pela USP e pela École des Hautes Études em Sciences Sociales (Paris), lecionou nas universidades de Chicago e Gainesville, na Escuela Nacional de Antropología y Historia (Cidade do México) e na École des Hautes Études em Sciences Sociales.


#SergioMiceli
Catálogo
Companhia das Letras

O sociólogo Sergio Miceli reúne oito ensaios sobre artistas do modernismo latino-americano neste volume, realizando um primoroso trabalho de história intelectual. Leia +
Companhia das Letras
Teatro em Paris, Berlim, Londres e Viena

Christophe Charle faz um estudo minucioso dos primórdios da sociedade do espetáculo no século XIX, com foco na multidão anônima de atores, diretores e autores que trabalharam no teatro, muitos deles esquecidos pela história. Leia +
Companhia das Letras
As transformações de um símbolo mítico

Neste volume da Coleção História Social da Arte, os historiadores Dora e Erwin Panofsky destrincham os percursos e as metamorfoses do mito de Pandora ao longo dos séculos em diferentes tradições e registros. Leia +
Companhia das Letras

Neste livro da coleção História Social da Arte, coordenada por Sergio Miceli e Lilia Moritz Schwarcz, o historiador francês Fernand Braudel analisa as condições sociais, culturais e econômicas que propiciaram o apogeu italiano de 1450 a 1650. Leia +
Companhia das Letras
E outros ensaios sobre o éter nacional

Publicado originalmente em 1972, este ensaio pioneiro sobre o programa de Hebe Camargo se tornou referência nas ciências sociais pela novidade da análise e pelo diagnóstico abrangente da indústria cultural no país. Com novo prefácio do autor e mais quatro ensaios sobre a mídia no Brasil. Leia +
Companhia das Letras

Pouco antes de morrer, Pierre Bourdieu redigiu esta reflexão sobre seu passado, sua trajetória intelectual e os embates entre os principais pensadores franceses dos anos 50 e 60, como Raymond Aron, Michel Foucault e, sobretudo, Jean-Paul Sartre. Leia +
Companhia das Letras
Paris na arte de Manet e de seus seguidores

Aclamado estudo sobre a pintura impressionista e a Paris do século XIX que se foca nas obras de arte e nas motivações sociais do período. Ensaio revitalizador da crítica da pintura moderna, o livro dá início à coleção História Social da Arte, coordenada por Sérgio Miceli e Lilia Moritz Schwarcz. Edição ilustrada com mais de 120 imagens. Leia +
Companhia das Letras
História social e cultural do modernismo artístico em São Paulo

O sociólogo estuda as relações entre artistas, colecionadores e mecenas para compreender como interesses econômicos e de sociabilidade fizeram a história da arte no modernismo. Miceli investiga a natureza social e estética dos trabalhos de Anita Malfati, Tarsila do Amaral e Lasar Segall, entre outros. O livro traz cerca de 150 reproduções de obras analisadas. Leia +
Companhia das Letras

Reunião de livros e artigos em que o sociólogo estuda as elites intelectuais brasileiras no quadro da República Velha e no período modernista. O autor não se atém apenas às obras e discursos; acompanhando trajetos familiares e profissionais, revela de um ângulo novo o perfil dos grupos e suas estratégias de atuação. Leia +
Companhia das Letras
Retratos da elite brasileira (1920-40)

Análise das relações entre cultura e poder no período Vargas a partir dos retratos pintados por Portinari, numa reflexão que escapa à visão quase mítica que se tem do modernismo brasileiro. Leia +


Assine a newsletter da Companhia

Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2020