JOSÉ PAULO PAES
Nasceu em Taquaritinga, interior de São Paulo, em 1926. Estudou química industrial em Curitiba, onde publicou seu primeiro livro de poemas, O aluno, em 1947. Trabalhou num laboratório farmacêutico e numa editora de livros, aposentando-se em 1981 para poder dedicar-se inteiramente à literatura. Publicou mais de dez livros de poesia, inclusive para o público infanto-juvenil, e foi colaborador regular na imprensa literária. Destacou-se também como ensaísta e tradutor de poesia. Morreu na capital do estado, em 1998.


#JoséPauloPaes
Títulos
Companhia das Letras
INDISPONÍVEL
EBOOK R$ 39,90

A edição ilustrada inclui textos de Charles Baudelaire, Jorge Luis Borges e Julio Cortázar, que reverenciam o estilo hipnotizante do escritor mais sombrio de todos os tempos. Leia +
Companhia das Letras
POEMAS (2013)

O amor, a guerra, os acontecimentos sociais e o poder encantatório da literatura nos versos de um dos maiores poetas do século XX. Leia +
Penguin
O ATENEU (2013)
Crônica de saudades
EBOOK R$ 19,00

Considerada a obra-prima de Raul Pompeia, O Ateneu é um dos altos momentos da prosa brasileira do século XIX. Leia +
Penguin
EBOOK R$ 7,50

Em estudo pioneiro, um dos pais da historiografia moderna traça com minúcia os passos da ascensão do cristianismo e sua relação com a irreversível decadência do Império Romano. Leia +
Edição Econômica
Crônica de uma cidade do interior

Entrelaçando fundo e figura de modo sutil, o autor fala de um momento crucial da vida social brasileira, ao mesmo tempo em que narra uma surpreendente história de amor. Posfácio de José Paulo Paes. Leia +
Companhia das Letras
POEMAS (2012)
INDISPONÍVEL

No relançamento desta antologia bilíngue, com nova capa e projeto gráfico, o poeta e tradutor José Paulo Paes revisita as principais obras de Rainer Maria Rilke, um dos poetas mais influentes do século XX. Leia +
Companhia das Letras

Escrito há cerca de quinhentos anos, estes Sonetos luxuriosos, de Pietro Aretino, o mais despudorado dos poetas italianos, amado e odiado por sua franqueza, ganham nova edição pelo selo Má Companhia. Tradução e introdução de José Paulo Paes. Leia +
Penguin
ÀS AVESSAS (2011)

Cultuada e controversa, a obra-prima de J.-K. Huysmans ganha nova edição, com prefácio de Robert Baldick e resenhas de época escritas por Zola, Wilde e Mallarmé, entre outros. Tradução e introdução de José Paulo Paes e prefácio do autor. Leia +
Companhia das Letras

O poeta, ensaísta e tradutor José Paulo Paes fez da discrição e do comedimento uma forma de disciplina literária, adotando na poesia o tom baixo e sempre bem-humorado de quem desconfia da exaltação dos visionários e das certezas inabaláveis. Leia +
Companhia das Letras
Ensaios
EBOOK R$ 39,00

O poeta, ensaísta e tradutor José Paulo Paes fez da discrição e do comedimento uma forma de disciplina literária. Em seus ensaios - dos quais os mais representativos estão reunidos neste Armazém literário -, preferiu as questões inesperadas e as indagações iluminadoras ao modo mais afirmativo e professoral dos acadêmicos. Leia +
Companhia de Bolso

Mestre inconteste do terror e do suspense, Edgar Allan Poe foi precursor da literatura de mistério e poeta admirado por Baudelaire. Neste livro, organizado e traduzido por José Paulo Paes - que também assina a introdução - estão alguns de seus contos mais conhecidos. Leia +
Companhia de Bolso

Considerado por muitos o melhor romance de Conrad, Nostromo narra as agitações políticas da imaginária república sul-americana de Costaguana, onde uma revolução tenta promover a independência da província de Sulaco, em resposta a um golpe militar vitorioso na capital. Leia +
Companhia de Bolso
Vários autores

O erotismo na poesia ocidental, desde autores da Antigüidade até contemporâneos como Neruda, passando por Ovídio, Aretino, Rousseau, Goethe, Whitman, Baudelaire, Verlaine, Rimbaud e D.H. Lawrence, e ainda poemas que integram coleções como a Antologia Grega, a Priapéia, os Carmina Burana ou textos do folclore da Calábria. Leia +
Companhia de Bolso
Edição abreviada

Publicado em seis volumes, entre 1776 e 1778, este clássico da historiografia inglesa abrange um período de treze séculos, do século II à tomada de Constantinopla, em 1453. A edição abreviada de Dero A. Saunders mantém intacta a irresistível ironia de um dos maiores historiadores de todos os tempos. Leia +
Companhia das Letras
Estudo sobre a literatura imaginativa de 1870 a 1930
INDISPONÍVEL

Ensaios que aliam erudição a linguagem acessível e envolvente sobre autores do final do século XIX e escritores que fundaram a vanguarda literária: Rimbaud, Yeats, Valéry, Proust, Eliot, Joyce, Villiers de l'Isle Adam e Gertrude Stein. Inclui prefácio de Hugh Kenner, grande estudioso de Ezra Pound e Samuel Beckett. Leia +
Companhia das Letras
SOCRÁTICAS (2001)
Poemas
EBOOK R$ 20,50

Livro póstumo de um poeta que, nas palavras de Alfredo Bosi, "desta cidade poenta e ruidosa quis e soube ser uma espécie de Sócrates em tom menor: a consciência vigilante que interroga e incomoda [...]". Ironia e auto-ironia disseminam-se por toda a obra de José Paulo Paes (1926-98). Leia +
Companhia das Letras
EBOOK R$ 13,50

Um dos pontos capitais da poesia erótica do Ocidente, os Sonetos luxuriosos expressam o mais extremado júbilo carnal do Renascimento e ajudam a compor a fisionomia de uma das épocas mais livres e mais fecundas da história do pensamento e das artes. Leia +
Companhia das Letrinhas
Uma fábula moderna

Sob o comando das palavras Verdade e Mentira, as palavras do dicionário se revoltam e resolvem atrapalhar a vida de todos os que alteram o sentido delas para enganar os outros. Leia +
Companhia das Letrinhas
Poemas para crianças (e adultos inteligentes)

Escritos em português ou traduzidos de sete línguas, esses 31 poemas vieram de épocas e lugares diferentes. São um testemunho da seriedade com que José Paulo Paes tratava as crianças: tudo o que ele fez para elas virou jogo, alegria e leveza. Leia +
Companhia das Letras
INDISPONÍVEL

Um best-seller do século XVIII. Satírico, sentimental e libertino, consciente de que a literatura existe primeiro para satisfazer o autor, o pregador anglicano L. Sterne declara seu princípio básico de composição: rir é o melhor remédio. Leia +
Companhia das Letras
INDISPONÍVEL

Mestre Paes traz ao português dois extremos do grande poeta latino: a elegia erótica de sua primeira obra, Amores, e o lamento solitário das duas últimas, Triste e Pônticas, escritas no desterro, nas quais desponta uma nova subjetividade lírica. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores
INDISPONÍVEL

Traduzidos com primor diretamente do grego clássico por um dos mais renomados poetas e tradutores do país, estes pequenos poemas conservam todo o seu fascínio até hoje. Edição bilíngüe. Leia +
Companhia das Letras
Contos fantásticos
INDISPONÍVEL

Escritas entre 1891 e 1908, em tom de fina ironia e humor, estas histórias de fantasmas mesclam verdade e imaginação de forma brilhante. Leia +
Companhia das Letrinhas

Todo escrito em letras maiúsculas e com recursos coloridos que destacam a seqüência numérica de 1 a 12, este livro deverá encantar pais, educadores e crianças, que não se cansam de descobrir, afinal, "com quantos paus se faz uma canoa". Leia +
Companhia das Letras
INDISPONÍVEL

Vinte textos em prosa poética e treze poemas. "Uma poesia que, sem ser confessional, é íntima, cheia de lembranças e experiências biográficas. [...] É o livro de quem aprendeu a pesar com calma o próprio sofrimento, e depois o expressa, com intensidade, a meia voz." (Marcelo Coelho) Leia +
Companhia das Letrinhas

José Paulo Paes, poeta e autor de livros infantis, encontrou nesta cartilha moderna escrita em versos a medida exata de seduzir seu pequeno leitor. Leia +
Companhia das Letras
NOSTROMO (1991)
INDISPONÍVEL

Considerado por muitos o melhor romance de Conrad, narra as agitações políticas da imaginária república sul-americana de Costaguana, onde uma revolução tenta promover a independência da província de Sulaco, em resposta a um golpe militar vitorioso na capital. Leia +
Companhia das Letras
POEMAS (1991)
INDISPONÍVEL

Coletânea bilíngüe de Hölderlin (1770-1843), cuja obra é referência para a poesia e a filosofia alemãs. Contemporâneo dos pré-românticos do Sturm und Drang e dos classicistas de Weimar, de uns herdou o gosto do selvático e do passional, e com os outros partilhou o culto à exaltação grega dionisíaca. Leia +
Companhia das Letras
ONZE ENSAIOS (1991)
Literatura, política, história
INDISPONÍVEL

Flaubert, Joyce, Proust, Dickens e o nascimento da prosa americana, entre outros temas, na visão de um crítico para quem criação literária e experiência de vida vinculam-se intimamente. Leia +
Companhia das Letras
Ensaios sobre ficção e ficções
INDISPONÍVEL

Uma viagem pelo mundo da literatura guiada pela visão arguta e surpreendente de um poeta. Leia +


Assine a newsletter da Companhia