Livro acessível
Autor|Tradutor / Reinaldo Moraes
REINALDO MORAES
Nasceu em São Paulo, em 1950. Estreou com Tanto faz (1981) e depois Abacaxi (1985) - reeditados em 2011 num volume único, pelo selo Má Companhia. Passou dezessete anos sem publicar ficção, até lançar o romance juvenil A órbita dos caracóis (2003), os contos de Umidade (2005), a história infantil Barata! (2007) e o romance Pornopopéia (2009, Objetiva).


#ReinaldoMoraes
Títulos
Alfaguara

“Em seu estilo pop, Reinaldo reúne a (baixa e alta) pornografia e um humor irresistível com a cultura e a sofisticação literária, que levam a gargalhadas, a vastas emoções e a reflexões sobre o melhor e o pior dos brasileiros.” — Nelson Motta Leia +
Companhia das Letras
JUNKY (2013)
Drogado

Marco cultural dos anos 1950, Junky descreve o périplo de um viciado em drogas pesadas. O livro entra agora para o time de clássicos malditos da coleção Má Companhia. Leia +
Companhia das Letras

Aos dezoito anos, Sacha Sperling causou sensação na exigente cena francesa com este romance de estreia, de forte inspiração autobiográfica. A intensidade dos relatos sobre amor, sexo e drogas na adolescência chegou a lhe render a alcunha de “Rimbaud pop”. Leia +
Companhia das Letras

Os dois romances cult dos anos 80, que contam as peripécias de um cara de trinta e poucos anos em Paris e Nova York, com altas doses de sexo, drogas e muita bebida, aparecem reunidos nesta nova edição revista pelo autor, Reinaldo Moraes, um dos escritores que integra o clã dos “malditos” da coleção Má Companhia. Leia +
Companhia das Letrinhas
BARATA! (2007)
Sobre uma idéia original de Ana Kehl de Moraes e Reinaldo Moraes

Um pai de tamanho mediano, uma boa mãe conservada em cremes hidratantes, um irmão meio chato, mas legal quando quer e uma simpática menina. Todo mundo de férias no litoral brasileiro. Ah, e uma barata, das que vivem no esgoto. Pronto, a história começou! Leia +
Companhia das Letras
UMIDADE (2005)
Histórias

Nesses contos Reinaldo Moraes amplifica o rumor que se ouve no apartamento de cima e a conversa da mesa ao lado, e mostra que de perto todos somos ridículos. Leia +
Cia das Letras

Juliana e Tota, seu namorado, tentam elucidar o mistério que une elementos desconexos: refinados caracóis franceses, a órbita de um satélite e um assassinato no centro de São Paulo. O destino da cidade, sob ameaça de um desastre nuclear, também está nas mãos do casal. Uma aventura vertiginosa e divertida, de um dos mais originais autores brasileiros. Leia +
Companhia das Letras
O FLÂNEUR (2001)
Um passeio pelos paradoxos de Paris

O escritor americano Edmund White, que morou dezesseis anos em Paris, flana pela cidade e vai a lugares praticamente desconhecidos dos visitantes (e mesmo da maioria dos parisienses). White mostra a arquitetura íntima dessa cidade que, talvez como nenhuma outra, desperta todo tipo de fantasias de felicidade. Leia +
Companhia das Letras
VINELAND (1991)

Delirante epopéia pós-moderna, uma aventura californiana cheia de humor e lirismo surpreendentes. Em meio às ondas do terrível Tubo - a onipresente TV -, os olhos de uma cinerrevolucionária enlouquecem homens tão diferentes como o hippie Zoyd e o promotor Brock Vond. Leia +


Assine a newsletter da Companhia

Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2018