Livro acessível
Autor|Posfácio / Ricardo Piglia
RICARDO PIGLIA
Nasceu em Adrogué, na província de Buenos Aires, em 1940. Foi professor de filosofia na Universidade de Londres e professor emérito da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, além de crítico literário e ficcionista, reconhecido universalmente como um dos maiores nomes da literatura contemporânea. Faleceu em 2017.


#RicardoPiglia
Títulos
Companhia das Letras

O caminho de Ida amalgama de forma singular o registro autobiográfico, os heróis literários e as coordenadas do gênero policial.” - Los Inrockuptibles Leia +
Penguin Companhia

O clássico fundador do romance moderno em nova tradução de Ernani Ssó, com introdução do acadêmico britânico John Rutherford e posfácios de Ricardo Piglia e Jorge Luis Borges. Leia +
Companhia das Letras
ALVO NOTURNO (2011)

Um dos maiores escritores contemporâneos, Ricardo Piglia volta à ficção com este romance noir ambientado no pampa argentino. O jornalista Emilio Renzi, já conhecido de outros livros de Piglia, investiga o assassinato do misterioso Tony Durán. A investigação policial é o ponto de partida para um retrato das contradições da vida rural argentina dos anos 1970. Leia +
Companhia de Bolso

Publicado em 1980, quatro anos depois do golpe militar na Argentina, este é o primeiro romance de Ricardo Piglia. Escrito em plena vigência da censura, num estilo narrativo que mais disfarça do que mostra, o livro é uma vitória luminosa sobre a repressão ao pensamento. Leia +
Companhia das Letras

Neste livro que o autor considera "o mais íntimo e pessoal" que já escreveu, o argentino Ricardo Piglia explora a natureza da leitura literária. Num arco histórico que vai de D. Quixote a Che Guevara, os ensaios brilhantes e nada convencionais de O último leitor falam de grandes leitores, reais e ficcionais, para mostrar que a literatura ocupa um lugar central na experiência humana. Leia +
Companhia das Letras

Onze textos que unem memória e reflexão crítica, combinadas pelo estilo acessível e envolvente de um dos mais importantes romancistas da atualidade. Piglia volta a suas teses sobre o conto, comenta clássicos modernos como Kafka e Joyce, e analisa a obra de autores argentinos como Borges, Roberto Arlt e Macedonio Fernández. Leia +
Companhia das Letras

Em 1965 um carro-forte é assaltado em Buenos Aires. Os assaltantes deveriam repartir o dinheiro com políticos e policiais corruptos, mas traíram o acordo. Piglia transforma esses fatos reais num romance de tom violento e ritmo frenético. Leia +


Assine a newsletter da Companhia

Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2018