Livro acessível
0
Carrinho
Autor|Tradutor / Paulo Schiller
PAULO SCHILLER
Nasceu em São Paulo. É pediatra, psicanalista e tradutor do húngaro, do inglês e do francês. Do húngaro, traduziu obras de Sándor Márai e Imre Kertész; do inglês, obras de Nicole Krauss, Nuruddin Farah, Jed Rubenfeld e Israel Rosenfield. Pela tradução de O legado de Eszter (Companhia das Letras), de Sándor Márai, recebeu o prêmio APCA de tradução em 2001. Com a tradução de O companheiro de viagem (Cosac Naify), de Gyula Krúdy, foi finalista do prêmio Jabuti em 2002. Escreve resenhas literárias para os jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo.


#PauloSchiller
Títulos
Penguin Companhia

Um clássico da era vitoriana sobre a relação entre a aparência e a virtude, a vida pública e a esfera privada, O retrato de Dorian Gray é também uma alegoria sobre o desejo da juventude eterna. Leia +
Companhia das Letras
LIBERTAÇÃO (2009)

Em Libertação, Sándor Márai conta a história da jovem Erzsébet, estudante húngara que luta pela sobrevivência durante o cerco de Budapeste, no fim da Segunda Guerra Mundial. Leia +
Companhia das Letras
DE VERDADE (2008)

Em De verdade, conflitos amorosos e de classe se combinam para revelar um amplo painel da burguesia européia do século XX. Do autor de As brasas. Leia +
Companhia das Letras

Sándor Márai revela nestas memórias as raízes da fina observação de personagens, regras e subentendidos que marcam sua obra de ficção. Traduzido diretamente do húngaro por Paulo Schiller. Leia +
Companhia das Letras

Um jovem judeu polonês escreve um livro sobre o amor e a existência, mas é obrigado a deixá-lo para trás, junto com a paixão que o inspirou, quando a Polônia é tomada pelos nazistas. Décadas depois, o livro perdido reaparece para unir personagens marcados pela dor e pelo desencanto e reforçar o poder regenerador da literatura. Leia +
Companhia das Letras
LIQUIDAÇÃO (2005)

História dos mistérios que cercam o suicídio do escritor húngaro B., Liquidação é um romance, uma peça e também uma investigação sobre as possibilidades de criação artística após Auschwitz. Em 2002, Imre Kertész ganhou o Prêmio Nobel de Literatura. Leia +
Companhia das Letras

Nesta coletânea de ensaios - traduzida diretamente do húngaro por Paulo Schiller - o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, Imre Kertész, discute o impacto da Segunda Guerra Mundial e do Holocausto, do qual ele foi um sobrevivente, em toda a cultura do século XX. Leia +
Companhia das Letras
REBELDES (2004)

Ambientado no cenário da juventude do autor, um romance sobre a revolta juvenil contra os valores que regem a sociedade - o autoritarismo, a desigualdade, o fanatismo religioso, a traição e a inveja. Leia +
Companhia das Letras

Inspirado na versão em inglês de Os sertões, o escritor húngaro publicou em 1970, no Canadá, este romance que une a Canudos do final do século XIX à contemporaneidade. A prosa potente, belíssima, torna antológicas as últimas horas da luta, a morte do Conselheiro e o interrogatório da prisioneira. Leia +
Companhia das Letras

Eszter recebe um telegrama anunciando a volta de Lajos, depois de uma ausência de vinte anos. Lajos - o falsificador de promissórias, o fugitivo, o descrente, o indigno de confiança - foi o único homem a quem Eszter amou. Assistimos então aos passos sedutores de Lajos e à entrega angustiada mas inevitável de Eszter. Leia +
Companhia das Letras
Segredos, doenças

Uma introdução à psicanálise e à psicossomática através de reflexões sobre a importância de nossas histórias familiares e sobre sexualidade, adolescência e morte. A partir do câncer como modelo, um estudo dos equívocos e perdas associados à medicina moderna e da distinção entre causa e mecanismo das doenças. Leia +


Assine a newsletter da Companhia

Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2019