Livro acessível
0
Carrinho
Capista / Moema Cavalcanti
MOEMA CAVALCANTI


#MoemaCavalcanti
Títulos
Companhia das Letras
Imanência e liberdade em Espinosa, Volume II: Liberdade

Em livro muito aguardado, a consagrada filósofa Marilena Chaui conclui seu estudo das ideias do filósofo Baruch Espinosa, um dos pais do racionalismo. Leia +
Companhia das Letras

Nesta reunião de ensaios sobre a ética de Espinosa, escritos ao longo de quase vinte anos, Marilena Chaui amplia o vasto estudo que vem desenvolvendo sobre o filósofo e esclarece conceitos-chave de sua obra, com a clareza que a caracteriza no trato das questões filosóficas. Leia +
Companhia das Letras
As escolas helenísticas

Nesta segunda parte da Introdução à história da filosofia, Marilena Chaui aborda as escolas helenísticas. O rigor dos conceitos filosóficos se combina à leveza do texto, convidando novos leitores a entrar no universo da filosofia, árduo na exigência de reflexão e, ao mesmo tempo, de incomparável beleza. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores

Nesta coletânea de ensaios organizada por Adauto Novaes, autores como Marilena Chaui, Renato Janine Ribeiro e Sergio Paulo Rouanet discutem, a partir da figura do intelectual, a crise dos ideais universais, o relativismo, o ceticismo e outros problemas postos para a política e o pensamento contemporâneo. Leia +
Companhia das Letras
Como acabar com a miséria mundial nos próximos vinte anos

Um dos economistas mais conceituados da atualidade examina dois séculos de pobreza ao redor do globo e apresenta uma proposta para erradicar a miséria até 2025. Prefácio de Bono e de Rubens Ricupero. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores

Coletânea de ensaios em que intelectuais como Benedito Nunes, Antonio Cicero, Michel Déguy, José Miguel Wisnik e Jorge Coli traçam a história do pensamento humano sob a ótica da poesia. Leia +
Companhia das Letras
As cartas de amor de Scott e Zelda Fitzgerald

Coletânea de mais de trezentas cartas e telegramas trocados pelo escritor F. Scott Fitzgerald e sua mulher, Zelda Sayre. A correspondência traça um amplo panorama da "era do jazz" e da "geração perdida", além de lançar nova luz sobre a conturbada relação do casal. Leia +
Companhia das Letras
GENOCÍDIO (2004)
A retórica americana em questão

Genocídio mescla jornalismo e história para analisar a postura dos Estados Unidos diante dos principais genocídios do século XX. Em 2003, o livro rendeu a Samantha Power cinco prêmios, entre eles o Pulitzer de não-ficção, e figurou nas listas dos melhores livros do ano em diversas publicações. Leia +
Companhia das Letras

Uma antologia que traz a essência da longa trajetória de uma das principais poetas portuguesas, Sophia de Mello Breyner Andresen. Visitando sessenta anos de produção literária, o livro reúne os mais diversos aspectos de sua poesia, desde a descrição das belezas de sua terra natal até o inconformismo com as injustiças e mazelas das cidades. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores

Nesta coletânea organizada por Adauto Novaes, sociólogos, filósofos, psicólogos e outros intelectuais humanistas fazem uma reflexão multidisciplinar sobre a clássica oposição entre o chamado mundo bárbaro e o mundo civilizado. Leia +
Companhia das Letras
Ensaios sobre História Natural

Coletânea de ensaios em que o renomado pesquisador Stephen Jay Gould propõe uma reflexão sobre a maneira, muitas vezes equivocada, como o homem investiga os mistérios da natureza. Espirituosos, os textos ultrapassam a barreira da especialização científica para alcançar um público amplo. Leia +
Companhia das Letras
A ciência manipula o corpo
Vários autores

Filósofos, cientistas, artistas e estudiosos - brasileiros e estrangeiros - discutem as relações entre ciência e corpo, para refletir sobre os limites da experimentação científica e os riscos do predomínio da tecnologia na existência humana. Reunião de ensaios apresentados no ciclo de conferências organizado por Adauto Novaes em 2001. Leia +
Companhia das Letras

Segundo Espinosa (1632-77), a política nasce do desejo humano de libertar-se do medo, da solidão e da barbárie. Poucos deram ao tema um lugar tão central em suas reflexões. Para o filósofo, o regime político mais favorável à paz e à liberdade é a democracia, e os principais obstáculos a ela são a divisão social e a superstição, matriz dos regimes fundamentalistas. Leia +
Companhia das Letras
Dos pré-socráticos a Aristóteles

Uma grande mestra oferece ensinamentos básicos sobre a história do pensamento filosófico, dirigidos aos leigos e aos que se iniciam nos estudos de filosofia. Por seu caráter pedagógico, o livro é um estímulo aos estudantes no exercício do pensamento, além de auxiliar os professores a preencher lacunas bibliográficas na preparação de suas aulas. Leia +
Companhia das Letras

Em tempos de "palavras boas para todos os usos", Montale foi "o poeta da precisão", escreveu Calvino em Por que ler os clássicos; ele nos fala "de um mundo turbilhonante [...], sem um terreno sólido onde apoiar os pés, com o único recurso de uma moral individual à beira do abismo". Primeira edição brasileira integral desta obra-chave do Prêmio Nobel de 1975. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores

Textos do segundo Ciclo de Conferências Brasil 500 Anos - Experiência e Destino, organizado pela Divisão de Estudos e Pesquisas da Funarte (Ministério da Cultura). Leia +
Companhia das Letras
VITÓRIA (1999)

Coroada aos dezoito anos, Vitória governou de 1837 a 1901. Com base numa infinidade de cartas e no extenso diário que ela escreveu, a autora retrata uma soberana passional, impulsiva, distante do significado que ainda hoje se dá ao adjetivo "vitoriano". Leia +
Companhia das Letras

Para compreender a subversão filosófica de Espinosa, Marilena Chaui se move por áreas como a história da filosofia e a historiografia filosófica, sempre imbuída da "alegria de conhecer" que está no centro do pensamento espinosiano. Leia +
Companhia das Letras

Um best-seller do século XVIII. Satírico, sentimental e libertino, consciente de que a literatura existe primeiro para satisfazer o autor, o pregador anglicano L. Sterne declara seu princípio básico de composição: rir é o melhor remédio. Leia +
Companhia das Letras

Escrito para os amantes da literatura, e não só para especialistas, este ensaio estuda as preferências literárias de grandes escritores modernos, analisando, a partir delas, a oscilação dos valores estéticos e a formação do cânone literário no Ocidente. Leia +
Companhia das Letras
POEMAS (1998)

Edição bilíngüe de uma antologia com mais de 150 poemas selecionados pelo próprio autor, Prêmio Nobel de Literatura em 1995. Introdução e notas explicativas de José Antônio Arantes. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores

Resultado do primeiro seminário que a Funarte organizou sobre os quinhentos anos do descobrimento do Brasil, este volume traz 23 ensaios escritos por pesquisadores brasileiros, portugueses e franceses. Leia +
Companhia das Letras

Sete contos sobre crianças apanhadas por um cotidiano de perversidade e desilusão. Lançados em 1957, ficaram quarenta anos fora do comércio: o autor adiava a reedição porque os reescrevia sistematicamente. Leia +
Companhia das Letras
Os críticos do Grupo Clima em São Paulo (1940-1968)

A trajetória do grupo de intelectuais paulistas reunidos em torno da revista Clima (anos 40), integrado por Antonio Candido, Decio de Almeida Prado, Paulo Emilio Salles Gomes, entre outros. Leia +
Companhia das Letras

Pelos olhos de uma garota inquieta e inteligente, painel rico e dinâmico da vida em Diamantina no final do século XIX. A obra combina o encanto de um romance feminino de formação à observação aguda da vida social num momento crucial de nossa história. Publicado pela primeira em 1942. Leia +
Companhia das Letras
O livro de delícias de Fadul Abdala

Para saber quais as frutas preferidas dos personagens de Jorge Amado, Paloma vasculhou a obra do pai de fio a pavio, misturou com muita arte os trechos escolhidos a crônicas de colheita própria e acrescentou preciosas receitas. Leia +
Companhia das Letras
Reflexões sobre história natural

Coletânea de artigos em que Stephen Jay Gould confirma sua sabedoria como divulgador da ciência. A paleontologia e a teoria da evolução das espécies são o cimento teórico para a abordagem de temas como a estrutura da língua falada em Curaçao, repleta de heranças do português. Leia +
Companhia das Letras
ÍNDIA (1997)
Um milhão de motins agora

Relato da viagem do autor à nação de seus antepassados, num texto que combina a intensa emoção da experiência íntima à análise aguda da longa e tumultuada história dos povos da Índia, seus desafios atuais e perspectivas futuras. Leia +
Companhia das Letras
Vários autores

A idéia de crise investigada como elemento constitutivo da própria razão; como resultado do conflito da razão com seus opostos; como conseqüência das características intrínsecas de nossa época. Resultado do último ciclo de conferências inicialmente organizado pela Funarte. Leia +
Companhia das Letras
Quatro séculos de história

Do fim da dinastia Ming ao massacre da praça da Paz Celestial, quatrocentos anos de história chinesa percorridos pelo insigne professor de Yale, em edição fartamente ilustrada. Leia +



Assine a newsletter da Companhia

Grupo Companhia das Letras

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP
Telefone: 11 3707-3500
Fax: 11 3707-3501
Editora Schwarcz S.A. - Rio de Janeiro
Praça Floriano, 19, sala 3001
20031-050 - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: 21 3993-7510
Todos os direitos reservados 2019