Livro acessível
0
Carrinho
Títulos / Companhia das Letras / O PAVILHÃO DOURADO
Clique para ampliar
Companhia das Letras
O PAVILHÃO DOURADO
Tradução: Shintaro Hayashi
#OPAVILHAODOURADO
Neste livro brilhante, Yukio Mishima conta a história de Mizoguchi, adolescente inseguro e introspectivo. Narrado de forma densa e original, o romance mostra que a beleza absoluta pode ser tão opressiva e enlouquecedora quanto qualquer imperfeição.
Apresentação
Durante a Segunda Guerra, em Quioto, um jovem assistente de sacerdote frequenta o templo do Pavilhão Dourado, ambiente antes cultuado por seu pai como o lugar mais belo do mundo. Ali, Mizoguchi, adolescente inseguro, introspectivo, que sofre de gagueira e é incapaz de estabelecer verdadeiras amizades, encontra refúgio para suas aflições.
Quando conhece Kashiwagi, deficiente físico muito mais experiente no mundo e no sexo, Mizoguchi desperta para o que chama de mal absoluto. O conhecimento do mal, associado à ideia de perfeita beleza, princípio básico do Pavilhão Dourado, faz com que o jovem alimente sonhos de destruição e autodestruição, estranhas conjecturas sexuais e reflexões sobre o significado dos valores universais, numa tortura mental que revela que o mal e a beleza não estão tão distantes quanto parecem.
Ficha Técnica
Título original: KINKAKUJI (THE TEMPLE OF THE GOLDEN PAVILION)
Tradução: Shintaro Hayashi
Capa: Luciana Facchini
Páginas: 288
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.357 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 23/06/2010
ISBN: 9788535916812
Selo: Companhia das Letras
Autor
Recomendação
Simone Campos
Gosto demais de tudo que li do Mishima. O pavilhão dourado foi o primeiro e é meu preferido. Trata de um monge budista que se acha feio e, por isso, decide se vingar da beleza com um ato de violência. Uma citação dele é epígrafe de um conto meu, o "Mousmé": "Eu precisava agir, exatamente por ser tão inútil".

Assine a newsletter da Companhia