Livro acessível
0
Carrinho
Títulos / Companhia das Letras / A ÚLTIMA PALAVRA
Clique para ampliar
#AULTIMAPALAVRA
Quando se escreve a biografia de um autor consagrado, quem terá a última palavra? Hanif Kureishi nos oferece reflexões hilárias sobre autores, leitores e editores.
Apresentação
"Um escritor é amado por desconhecidos e odiado por seus familiares." Eis um dos muitos aforismos que enriquecem as páginas deste romance com reflexões sagazes e contundentes sobre o ofício literário, o mundo editorial e a construção de uma biografia. Afinal, entre a arte e as intrigas pessoais, o que define a vida de um escritor? Mamoon Azam é um autor indiano radicado e cultuado na Inglaterra, "mais para Norman Mailer do que para E. M. Forster". Aos setenta e poucos anos, sua reputação não está no melhor momento; as vendas de seus livros decaíram e sua nova mulher, Liana Luccioni, tem gostos um tanto extravagantes, que tornam a vida do casal insustentável. Harry Johnson, jovem e ambicioso escritor, é contratado para traçar uma biografia que dê conta de salvar a carreira e a conta bancária de Mamoon. Como admirador pessoal do autor, quer fazer um bom trabalho, e se preocupa com o que está por trás da criação de seu herói literário. Já Rob Deveraux, editor da biografia, espera um livro quente, com intrigas pessoais que gerem manchetes escandalizantes e levem Mamoon de volta ao olho do furacão. Harry e Rob vão para Taunton, em Somerset, onde o jovem biógrafo se deparará com um gênio cínico, vaidoso, cruel e manipulador, e terá de empenhar todo o seu poder de persuasão para entender a constelação de personagens da vida surreal de Mamoon. Os dois autores entrarão num embate pela última palavra, que será também o debate entre a impetuosidade da juventude e as fragilidades da velhice.
Quando a trama do sétimo romance de Hanif Kureishi veio à tona, a imprensa se apressou a rotulá-lo como um roman à clef sobre V. S. Naipaul, Nobel de literatura cuja biografia revela uma vida promíscua, de adultério e prostíbulos.
Mas A última palavra é muito mais do que isso. Além de ser o romance mais sagaz que Kureishi escreveu até hoje, trata-se de uma narrativa hilariante e deliciosa com reflexões profundas sobre o ofício do escritor literário, do editor e do biógrafo.
Ficha Técnica
Título original: THE LAST WORD
Tradução: Rubens Figueiredo
Capa: Jaya Miceli
Páginas: 312
Formato: 14.00 X 21.00 cm
Peso: 0.379 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 15/02/2016
ISBN: 9788535926682
Selo: Companhia das Letras
Imprensa
Kit Imprensa: 9788535926682.zip
Autor

Assine a newsletter da Companhia