10 livros de Stephen King para medroses

01/06/2022

Muita gente já ouviu falar bem das histórias de Stephen King, mas nunca teve coragem de abrir um dos seus livros pois tem medo de histórias de terror. Faz sentido, até porque é por conta desse gênero que o autor é mais conhecido, mas com mais de 60 livros escritos, Stephen King tem uma variedade imensa de histórias contadas, muitas delas não passam nem perto do terror ou do sobrenatural.

Então, pra quem é do time dos medroses e quer conhecer um pouco de Stephen King, essa lista é perfeita!

1. À espera de um milagre

Prepara o coração que esse livro vai deixar ele dolorido. ”À Espera de um Milagre” conta a história de Paul Edgecombe, nos seus anos como chefe da guarda no corredor da morte e o que ele viu por lá. Um dos seus encontros mais marcantes foi com o condenado John Coffey, acusado de matar duas crianças pequenas. Mas conforme Paul conhece melhor John, ele descobre que o homem possui poderes psíquicos curativos e fica dividido no que deveria fazer. O livro foi adaptado para o cinema em 1999 e tem como protagonistas Tom Hanks (como Paul) e Michael Clarke Duncan (como John).

2. Ascensão

Essa novela curta de Stephen King trabalha com uma hipótese: E se nosso corpo pudesse perder peso, mas não massa? É o que começa a acontecer com Scott Carey, um cara normal, morando em uma pequena cidade, tentando lidar com o cachorro das vizinhas que cisma em fazer cocô no seu jardim. Conforme seu corpo passa a desafiar até mesmo a gravidade, Scott desenvolve relações inesperadas, cura antigas feridas e tenta transformar a mente intolerante do moradores da cidade. Uma história curta, mas cheia de momentos emocionantes e mensagens — me perdoe o trocadilho — de peso.

3. Billy Summers

Todo ex matador de aluguel sabe o que significa quando aparece um “último trabalho”. Billy Summers está ciente quando decide aceitar uma última execução que a princípio parece fácil. Mas Billy não é qualquer assassino, ele só aceita alvos que sejam pessoas realmente ruins, e seu alvo é também um assassino, que está em dívida com a máfia. Quando seu disfarce — um autor em crise, tentando escrever sua biografia numa cidadezinha do interior — começa a se misturar com a realidade, vamos conhecendo as camadas mais complexas e levaram esse veterano de guerra por um caminho cheio de sangue e perdas.

4. Novembro de 63

E se encontrássemos uma porta que leva a um ano específico no passado e pudéssemos mudar os rumos de fatos históricos do nosso país? Viajando para o ano de 1958, Jake Epping está determinado a impedir o assassinato do presidente Kennedy. Para isso, ele vai ter que viver e se infiltrar por pelo menos 5 anos nesse passado até o atentado acontecer. O livro tem muita investigação, mas também um novo olhar por uma época de vida tão idealizada pelos estadunidenses. Virou minissérie da HBO em 2016, com James Franco como protagonista.

5. Mr. Mercedes

Nesse primeiro livro da trilogia Bill Hodges, Stephen King conta a história de Bill, um ex detetive que precisa voltar à ativa quando passa a receber cartas de uma pessoa que se autodenomina “o assassino da Mercedes”. Numa corrida de gato e rato, detetive e assassino se perseguem e desafiam seus segredos mais profundos. Perfeito para quem ama o gênero de mistério e detetive! A série, que foi pro ar em 2017, tem 3 temporadas e excelentes avaliações da crítica.

6. Misery

Talvez esse livro seja polêmico numa lista de livros que não são de terror, porque de alguma forma Misery pode ser sim aterrorizante. O medo aqui é gerado pela loucura e obsessão humana e nada tem a ver com o terror paranormal geralmente visto nos livros de King. Mas a leitura se destaca muito mais pela tensão e a dinâmica dos personagens do que pelo terror em si. Na história, Paul Sheldon é um autor famoso de uma série de livros com sua protagonista Misery. Quando Paul termina de escrever seu último livro da série e colocar um fim na vida da personagem, ele sofre um acidente na estrada e é resgatado por — segundo ela — sua maior fã, Annie Wilkes. Annie, sendo uma enfermeira, se encarrega dos cuidados de Paul, que está acamado e impossibilitado de se locomover por conta do acidente. Mas a relação dos dois, se torna mais tensa e delicada, quando Annie descobre que Paul deu um fim em sua personagem favorita. A adaptação cinematográfica de 1990 garantiu pra Kathy Bates o Oscar de melhor atriz.

7. A incendiária

Ter super poderes nem sempre faz de você um herói, e sim uma pessoa destinada a passar a vida fugindo de agências secretas do governo que querem fazer experimentos em você. É isso que acontece com a família McGee. Andy e Vicky são dois universitários que aceitam participar de um experimento com alucinógenos para um teste científico. O que eles não esperavam é que iriam desenvolver habilidades paranormais e mais inesperado ainda é que iriam se casar e ter uma filha. Filha essa que nasce com ainda mais habilidades telecinéticas e pirocinéticas, fazendo deles um alvo da obscura Oficina. O livro recebeu uma nova adaptação agora em 2022, com Zac Efron no papel de Andy McGee.

8. A autoestrada

Lançado originalmente pelo pseudônimo de King, Richard Backman, o livro conta a história de Barton Dawes,um homem sofrendo o luto pela perda de seu filho e o desmoronamento de seu casamento. Quando ele recebe a notícia que sua casa e seu bairro, onde estão as melhores lembranças de sua vida, vão ser demolidos para a construção de uma rodovia, Barton perde o prumo. Armado de uma Magnum 44 e um rifle ele vai fazer de tudo para impedir que seu último fio de felicidade seja destruído.

9. Sobre a escrita

Esse é o livro de não ficção de Stephen King, muito recomendado para escritores, mas também para aqueles que querem conhecer mais do processo do autor e sua história de vida. O livro é dividido em CV, onde ele conta momentos da sua vida que foram importantes para formá-lo como autor; Caixa de ferramentas: onde ele dá conselhos sobre o que acredita ser necessário para todo bom escritor; e Sobre a Escrita, onde ele fala sobre o processo de escrever e o estudo da escrita em si. Pode parecer um livro bastante técnico, mas King consegue encantar com a sua narrativa sempre envolvente que conhecemos das suas obras de ficção.

10. Joyland

Talvez quem é medrose fuja de Joyland ao ver essa capa, mas te prometo que não é um livro assustador. Sim, existe um parque de diversões onde aconteceu um assassinato, mas a história se foca pouco nisso. O importante aqui é a relação de Devon, um garoto universitário que passa a trabalhar no parque no veraneio, e Mike, um menino com uma doença degenerativa que consegue ver coisas que nem todo mundo vê. É uma narrativa muito profunda e delicada sobre as coisas que deixamos pra trás quando crescemos e o quanto somos marcados pelas pessoas que passam pelas nossas vidas.

Mayra Sigwalt

Compartilhe:

Veja também