6 livros com casas mal-assombradas

31/10/2023

Casas mal-assombradas são elementos clássicos em boas histórias de terror há séculos. Para um Halloween assombrado com muita literatura, preparamos essa lista com seis títulos onde elas são o momento!

1. A assombração da Casa da Colina, de Shirley Jackson

Considerada a rainha do terror por mestres como Stephen King e Neil Gaiman, Shirley Jackson cria uma obra perturbadora sobre a relação entre a loucura e o sobrenatural. A assombração da Casa da Colina é considerada a melhor história de casa assombrada de todos os tempos e inspirou a série original Netflix A Maldição da Residência Hill.

2. A casa negra, de Stephen King

Em A casa negra, a aguardada sequência de O talismã, grande sucesso de Stephen King e Peter Straub, Jack Sawyer precisará encontrar forças para entrar em uma casa medonha, perdida em uma floresta, e enfrentar os males insanos que a habitam. Jack não se recorda dos tormentos que teve que enfrentar quando menino, mas, de alguma forma, sabe que o pior ainda está por vir.

3. Fumaça branca, de Tiffany D. Jackson

Nesta trama repleta de suspense, Tiffany D. Jackson reinventa a história clássica da casa mal-assombrada, e conduz os leitores por uma narrativa onde nada é o que parece – e o menor sinal de fumaça pode significar que já é tarde demais.

4. A queda da casa de Usher, conto incluído em Histórias extraordinárias, de Edgar Allan Poe

Histórias extraordinárias reúne dezoito contos assombrosos de Edgar Allan Poe, com seleção, apresentação e tradução do poeta José Paulo Paes. Este livro traz, entre outras obras-primas do mestre do suspense e do mistério, o conto A queda da casa de Usher, que inspirou a série homônima lançada em 2023 pela Netflix. No conto, os irmãos Madeline e Roderick são os últimos membros da família Usher. Um a um, lentamente, os Usher sucumbem a uma doença misteriosa que assola todos os membros da família.

5. O iluminado, de Stephen King

"O lugar perfeito para recomeçar", é o que pensa Jack Torrance ao ser contratado como zelador para o inverno no paradisíaco Hotel Overlook. Hora de deixar para trás o alcoolismo, os acessos de fúria, os repetidos fracassos. Mas, conforme o inverno se aprofunda, o local começa a parecer cada vez mais remoto... e mais sinistro. Forças malignas habitam o Overlook, e tentam se apoderar de Danny Torrance, um garotinho com grandes poderes sobrenaturais. Possuir o menino, no entanto, se mostra mais difícil do que esperado. Então os espíritos resolvem se aproveitar das fraquezas do pai... Um clássico do terror contemporâneo magistralmente adaptado para as telas por Stanley Kubrick, que segue apaixonando (e aterrorizando) novas gerações de leitores.

6. A febre, de Marcelo Ferroni

Em uma noite sinistra em plena epidemia de Covid-19, os traumas da ditadura brasileira são revisitados em um apartamento da Zona Sul do Rio de Janeiro, quando dois irmãos precisam cuidar do patriarca, Abel, cujos segredos da época da repressão voltam a assombrar a nova geração. Ao aliar precisão literária com um apreço pela potencialidade da ambientação da casa mal-assombrada, Marcelo Ferroni faz de A febre uma alegoria pungente de um Brasil com muitos esqueletos no armário ansiando em ver a luz do dia.

Compartilhe:

Veja também