Livro acessível
0
Carrinho
Catálogo / Alfaguara / TRAVESSIA DE VERÃO
Clique para ampliar
Alfaguara
TRAVESSIA DE VERÃO
Tradução: Fernanda Abreu
Livro
R$ 47,90
Fechar
Escolha um vendedor
#TRAVESSIADEVERAO
Apresentação
Romance de estreia de Truman Capote, Travessia de Verão era tido como perdido pelos estudiosos e biógrafos do autor até 2004, quando foi encontrado. Ambientado em Nova York logo após a Segunda Guerra Mundial, o livro traz a história de Grady McNeil, jovem de família rica nova-iorquina que é deixada sozinha pelos pais em sua cobertura na Quinta Avenida durante o verão.
"A maior parte das pessoas que escrevem qualquer coisa hoje em dia deve algo a Capote", escreveu recentemente Davir Carr no jornal The New York Times, numa referência à técnica jornalística de Truman Capote. Esse tipo de recurso, considerado revolucionário nos anos 60, foi empregado depois por autores famosos, como Norman Mailer e Tom Wolfe, que continuaram elevando o jornalismo à categoria de literatura. Mas sua influência e o sucesso de romances como A sangue frio e Bonequinha de luxo - ambos levados ao cinema - não impediram que Capote fosse criticado por colegas, esquecido pelos amigos e quase afundado no anonimato até sua morte, em 1984.
A redescoberta de sua obra, que culminou com a publicação do inédito Travessia de verão em outubro de 2005 nos Estados Unidos, recupera o lugar de destaque que, segundo o próprio autor confessava, sempre perseguiu em vida.
O romance revela as desventuras e desvarios da doce e inocente Grady McNeil, uma jovem de 17 anos que se vê sozinha num apartamento na Quinta Avenida, em Nova York, depois de seus pais saírem de férias num cruzeiro para a França. Alguns elementos narrativos que celebrizaram o escritor já se encontram presentes neste livro. A protagonista apresenta francas semelhanças com a heroína de Bonequinha de luxo, Holly Golightly. Ambas são irreverentes, circulam num estrato social elevado e acabam envolvidas em aventuras.
Como explica Alan Schwartz - advogado e beneficiário da obra de Capote - no posfácio do livro, seu grande amigo chegou a escrever sobre as dificuldades que teve com o manuscrito de Travessia de verão durante algum tempo antes de finalmente deixá-lo de lado. Segundo Schwartz, existem também alguns indícios de que o escritor desejava que o texto jamais fosse publicado. No entanto, em cartas posteriores, há também indicações de que ele ainda estivesse pensando a respeito.
O advogado admite que leu o original de Travessia de verão com apreensão: "Não é todo dia que o responsável por um trust ou mesmo um testamenteiro literário se vê na situação de precisar decidir publicar ou não a obra de um importante autor já falecido que, muito provavelmente, não a teria publicado em vida. Truman morreu em 1984. O que ele pensaria hoje? Teria tido distanciamento histórico e tranquilidade para decidir o que era melhor para o manuscrito? Depois de muito pensar, tornou-se óbvio para mim que, em última análise, o romance precisava falar por si. Embora imperfeito, seus surpreendentes méritos literários pareciam clamar para serem libertados de sua antiga prisão. Ele seria publicado."
Ficha Técnica
Título original: SUMMER CROSSING
Tradução: Fernanda Abreu
Capa: warrakloureiro
Páginas: 144
Formato: 15.00 X 23.40 cm
Peso: 0.262 kg
Acabamento: Brochura
Lançamento: 18/09/2006
ISBN: 9788573028058
Selo: Alfaguara
Autor
Comentários

Deixe seu comentário

Você deve estar logado para comentar
Faça seu login

Assine a newsletter da Companhia