Home | Livros | Quadrinhos na Cia | ADEUS TRISTEZA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ADEUS TRISTEZA

Belle Yang
Tradução: Érico Assis

Apresentação

Ao conhecer a saga da dinastia Yang, o leitor terá um amplo retrato da cultura chinesa em toda a sua complexidade, das relações familiares e suas hierarquias ao tradicional embate entre a modernidade e a força da tradição. Uma saga épica e particular sobre a China do século XX.

Você pode gostar também de

Quadrinhos na Cia

Segredo de família

Eric Heuvel

R$ 57,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Wilson

Daniel Clowes

R$ 54,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Reportagens

Joe Sacco

R$ 67,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Você é minha mãe?

Alison Bechdel

R$ 77,90

Quadrinhos na Cia

Guadalupe

Angélica Freitas Odyr

R$ 54,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Umbigo sem fundo

Dash Shaw

R$ 94,90

Quadrinhos na Cia

Aqui

Richard McGuire

R$ 109,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Avenida Paulista

Luiz Gê

R$ 59,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Notas sobre Gaza

Joe Sacco

R$ 114,90

Ficha Técnica

Título original: Forget sorrow Páginas: 248 Formato: 19.50 X 27.00 cm Peso: 0.631 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 15/05/2012
ISBN: 978-85-3592-071-0 Selo: Quadrinhos na Cia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Ao conhecer a saga da dinastia Yang, o leitor terá um amplo retrato da cultura chinesa em toda a sua complexidade, das relações familiares e suas hierarquias ao tradicional embate entre a modernidade e a força da tradição. Uma saga épica e particular sobre a China do século XX.

Seguindo os passos das grandes narrativas autobiográficas, como Maus, de Art Spiegelman, e Persépolis, de Marjane Satrapi, Belle Yang escolheu os quadrinhos para narrar a tumultuada saga de sua família.
Nascida em Taiwan, Yang emigrou com a família para os Estados Unidos aos sete anos. Na década de 1980, voltou à China para estudar pintura e caligrafia. Mas, perseguida por um ex-namorado que a havia ameaçado de morte, ela é obrigada a retornar à casa dos pais, na Califórnia.
Enquanto seus amigos ocidentais desfrutavam uma vida de liberdade criativa e pessoal, Yang se vê paralisada pelo medo. Aos poucos, as histórias de seu pai sobre a Velha China, pelas quais ela nunca havia se interessado, vão se transformando num ambicioso projeto: recontar a saga da dinastia Yang durante o século XX.
A partir das disputas e dos embates entre o patriarca dos Yang e seus filhos, a autora pôde revisitar cem anos de história chinesa. O enfoque na intimidade da família ganha contornos épicos, conforme os Yang vivenciam a invasão da Manchúria pelos japoneses, a grande fome, a Segunda Guerra Mundial e a subida dos comunistas ao poder.
No traço de Belle Yang, que deve tanto à mais tradicional caligrafia chinesa quanto aos quadrinhos contemporâneos, essa saga familiar ganha uma forte carga de poesia. O resultado é uma jornada que capta não apenas as grandes pinceladas da História, mas também os pequenos traços de uma tradicional dinastia chinesa.

Sobre o autor