Home | Livros | Companhia das Letras | LONGE DA ÁRVORE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

R$ 119,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 59,95

Apresentação

Resultado de uma ampla investigação sobre as tensões entre identidade e diferença em famílias com filhos portadores de deficiências físicas, mentais e sociais, Longe da árvore é um ensaio monumental sobre a tolerância e a valorização da diversidade.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Longe da árvore

Andrew Solomon

R$ 119,90

Edição Econômica

O demônio do meio-dia (Nova edição)

Andrew Solomon

R$ 79,90

Companhia das Letras

Freud (1930-1936) - Obras completas volume 18

Sigmund Freud

R$ 87,90

Preço total de

R$ 287,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Freud (1916 - 1917) - Obras completas volume 13

Sigmund Freud

R$ 92,90

Companhia das Letrinhas

Capitão Cueca e o perigoso plano secreto do professor Fraldinha Suja - Em cores!

Dav Pilkey

R$ 52,90

Companhia das Letras

Histórias extraordinárias

Edgar Allan Poe

R$ 74,90

Indisponível

Alfaguara

Kafka à beira-mar

Haruki Murakami

R$ 97,90

Edição Econômica

O tempo e o vento - parte 1

Erico Verissimo

R$ 67,90

Objetiva

O fim do Alzheimer

Dale E. Bredesen

R$ 64,90

Companhia das Letras

Freud (1909-1910) - Obras completas volume 9

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1926 - 1929) - Obras completas volume 17

Sigmund Freud

R$ 82,90

Ficha Técnica

Título original: Far from the tree: parents, children, and the search of identity Páginas: 1056 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 1.375 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 25/09/2013
ISBN: 978-85-3592-320-9 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Resultado de uma ampla investigação sobre as tensões entre identidade e diferença em famílias com filhos portadores de deficiências físicas, mentais e sociais, Longe da árvore é um ensaio monumental sobre a tolerância e a valorização da diversidade.

Diagnosticado com dislexia na infância, Andrew Solomon conta que a superação dessa deficiência só foi possível porque ele pôde contar com a paciente dedicação dos pais, em especial de sua mãe, num lar estruturado. Criado num ambiente privilegiado - a culta classe média judaica de Nova York -, Solomon sempre teve acesso a todo afeto e atenção terapêutica necessários ao tratamento.
Entretanto, quando sua homossexualidade latente transpareceu na adolescência, os mesmos pais que sempre o haviam cercado de carinho e compreensão reagiram com intolerância e vergonha. Ele teve de se afastar traumaticamente da família para conseguir vivenciar a plenitude de sua identidade sexual.
Muitos anos depois, para tentar entender as relações entre essas duas identidades divergentes das expectativas dos pais, e como elas puderam provocar sentimentos tão antagônicos, o autor realizou uma abrangente pesquisa sobre o universo da diversidade em famílias com filhos marcados pela excepcionalidade.
Surdos, anões, portadores de síndrome de Down, autistas, esquizofrênicos, portadores de deficiências múltiplas, crianças prodígios, filhos concebidos por estupro, transgêneros e menores infratores: dez "identidades horizontais" (isto é, divergentes dos padrões familiares, linguísticos e sociais predeterminados), sujeitas em graus distintos a influências genéticas e ambientais, compõem a constelação de temas deste magnífico tour de force sobre os sentidos de ser diferente e, principalmente, de aprender a amar e respeitar as diferenças.

"Longe da árvore começa como um estudo sobre pais tentando educar crianças 'complicadas', e acaba como uma afirmação do que é ser humano." - The Guardian

"Muitos livros nos ajudam a pensar em temas morais... Mas poucos me fizeram sentir questões morais tão intensamente quanto este." - New York Magazine

"Fazendo uma matéria sobre o Google, descobri que uma das dez perguntas mais feitas no mecanismo de busca é 'O que é o amor?'. No futuro, o Google fará bem se indicar o extraordinário livro de Andrew Solomon àqueles que digitarem essa recorrente questão." - Tim Adams, The Observer

"Andrew Solomon nos faz lembrar que nada é tão poderoso no desenvolvimento de uma criança quanto o amor dos pais." - Bill Clinton

"Este é um dos livros mais extraordinários que li nos últimos tempos - corajoso, sensível e assombrosamente humano." - Siddhartha Mukherjee, autor de O imperador de todos os males

"Longe da árvore é um marco, um livro revolucionário. Andrew Solomon encara seu tema a fundo, humanamente, com um estilo que torna a leitura compulsiva, tão aliciante quanto esclarecedora." - Jennifer Egan, autora de A visita cruel do tempo

Sobre o autor

Vídeo