Home | Livros | Companhia das Letras | SE A RUA BEALE FALASSE
CLIQUE PARA AMPLIAR

SE A RUA BEALE FALASSE

James Baldwin
Tradução: Jorio Dauster

R$ 59,90

R$ 47,92

/ À vista

Apresentação

Lançado em 1974, o quinto romance de James Baldwin narra os esforços de Tish para provar a inocência de Fonny, seu noivo, preso injustamente. Livro que inspirou o filme homônimo dirigido por Barry Jenkins, vencedor do Oscar por Moonlight.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Se a rua Beale falasse

James Baldwin

R$ 47,92

Companhia das Letras

Terra estranha

James Baldwin

R$ 70,47

Companhia das Letras

O quarto de Giovanni

James Baldwin

R$ 59,90

Preço total de

R$ 178,29

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O quarto de Giovanni

James Baldwin

R$ 59,90

Companhia das Letras

Notas de um filho nativo

James Baldwin

R$ 54,32

Companhia das Letras

Grande sertão: veredas

João Guimarães Rosa

R$ 79,92

Companhia das Letras

Cat Person e outros contos

Kristen Roupenian

R$ 43,92

Companhia das Letras

O olho mais azul (Nova edição)

Toni Morrison

R$ 54,32

Companhia das Letras

Caixa comemorativa - Vinte anos do Nobel de José Saramago

José Saramago Ricardo Viel

R$ 97,67

Companhia das Letras

Democracia em risco?

Vários autores

R$ 67,90

Companhia das Letras

Meio sol amarelo (Nova capa)

Chimamanda Ngozi Adichie

R$ 70,47

Ficha Técnica

Título original: If Beal Street could talk Páginas: 224 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.208 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 10/01/2019
ISBN: 978-85-3593-194-5 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Lançado em 1974, o quinto romance de James Baldwin narra os esforços de Tish para provar a inocência de Fonny, seu noivo, preso injustamente. Livro que inspirou o filme homônimo dirigido por Barry Jenkins, vencedor do Oscar por Moonlight.

Tish tem dezenove anos quando descobre que está grávida de Fonny, de 22. A sólida história de amor dos dois é interrompida bruscamente quando o rapaz é acusado de ter estuprado uma porto-riquenha, embora não haja nenhuma prova que o incrimine. Convicta da honestidade do noivo, Tish mobiliza sua família e advogados na tentativa de libertá-lo da prisão.
Se a rua Beale falasse é um romance comovente que tem o Harlem da década de 1970 como pano de fundo. Ao revelar as incertezas do futuro, a trama joga luz sobre o desespero, a tristeza e a esperança trazidos a reboque de uma sentença anunciada em um país onde a discriminação racial está profundamente arraigada no cotidiano.
Esta edição tem tradução de Jorio Dauster e inclui posfácio de Márcio Macedo.

Sobre o autor