Home | Livros | Companhia das Letras | A VIDA NÃO É ÚTIL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A VIDA NÃO É ÚTIL

Ailton Krenak
Rita Carelli (Org.)

R$ 42,90

R$ 34,32

/ À vista

Apresentação

Em reflexões provocadas pela pandemia de covid-19, o pensador e líder indígena Ailton Krenak volta a apontar as tendências destrutivas da chamada "civilização": consumismo desenfreado, devastação ambiental e uma visão estreita e excludente do que é a humanidade.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 34,32

Companhia das Letras

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Ailton Krenak

R$ 34,32

Companhia das Letras

A queda do céu

Davi Kopenawa e Bruce Albert

R$ 82,32

Preço total de

R$ 150,96

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Ailton Krenak

R$ 34,32

Quadrinhos na Cia

Sapiens (Edição em quadrinhos): O nascimento da humanidade

Yuval Noah Harari

R$ 62,32

Companhia das Letras

Arrancados da terra

Lira Neto

R$ 94,90

Companhia das Letras

Pequena coreografia do adeus

Aline Bei

R$ 62,90

Companhia das Letras

Sobrevivendo no inferno

Racionais MC's

R$ 49,90

Seguinte

A coroa

Kiera Cass

R$ 54,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 65,61

Paralela

O erro - Sucesso no TikTok

Elle Kennedy

R$ 59,90

Seguinte

Destruidor de mundos

Victoria Aveyard

R$ 62,90

Companhia das Letrinhas

O carteiro chegou

Allan Ahlberg

R$ 77,90

Indisponível

Companhia das Letras

Garota, mulher, outras

Bernardine Evaristo

R$ 87,90

Ficha Técnica

Páginas: 128 Formato: 11.00 X 16.00 cm Peso: 0.09 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 07/08/2020
ISBN: 978-85-3593-369-7 Selo: Companhia das Letras Capa: Alceu Chiesorin Nunes Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Em reflexões provocadas pela pandemia de covid-19, o pensador e líder indígena Ailton Krenak volta a apontar as tendências destrutivas da chamada "civilização": consumismo desenfreado, devastação ambiental e uma visão estreita e excludente do que é a humanidade.

Um dos mais influentes pensadores da atualidade, Ailton Krenak vem trazendo contribuições fundamentais para lidarmos com os principais desafios que se apresentam hoje no mundo: a terrível evolução de uma pandemia, a ascensão de governos de extrema-direita e os danos causados pelo aquecimento global.
Crítico mordaz à ideia de que a economia não pode parar, Krenak provoca: "Nós poderíamos colocar todos os dirigentes do Banco Central em um cofre gigante e deixá-los vivendo lá, com a economia deles. Ninguém come dinheiro". Para o líder indígena, "civilizar-se" não é um destino. Sua crítica se dirige aos "consumidores do planeta", além de questionar a própria ideia de sustentabilidade, vista por alguns como panaceia.
Se, em meio à terrível pandemia de covid-19, sentimos que perdemos o chão sob nossos pés, as palavras de Krenak despontam como os "paraquedas coloridos" descritos em seu livro Ideias para adiar o fim do mundo, que já vendeu mais de 50 mil cópias no Brasil e está sendo traduzido para o inglês, francês, espanhol, italiano e alemão.
A vida não é útil reúne cinco textos adaptados de palestras, entrevistas e lives realizadas entre novembro de 2017 e junho de 2020.
Pesquisa e organização de Rita Carelli.

* Leitura obrigatória do vestibular da UNICAMP.