Home | Livros | Objetiva | SÓCRATES
CLIQUE PARA AMPLIAR

SÓCRATES

Tom Cardoso

R$ 69,90

/ À vista

Apresentação

A história e as histórias do jogador mais original do futebol brasileiro.

Frequentemente comprados juntos

Objetiva

Sócrates

Tom Cardoso

R$ 69,90

Companhia das Letras

Pequena coreografia do adeus

Aline Bei

R$ 64,90

Companhia das Letras

Dante

Alessandro Barbero

R$ 104,90

Preço total de

R$ 239,70

Adicionar ao carrinho
Tempos vividos, sonhados e perdidos

Companhia das Letras

Tempos vividos, sonhados e perdidos

Tostão

R$ 59,90

Escola brasileira de futebol

Objetiva

Escola brasileira de futebol

Paulo Vinícius Coelho (PVC)

R$ 69,90

Política, propina e futebol

Objetiva

Política, propina e futebol

Jamil Chade

R$ 79,90

Dando tratos à bola - Ensaios sobre futebol

Companhia das Letras

Dando tratos à bola - Ensaios sobre futebol

Hilário Franco Júnior

R$ 89,90

Uma história de futebol

Companhia das Letrinhas

Uma história de futebol

José Roberto Torero

R$ 69,90

Maria Bonita

Objetiva

Maria Bonita

Adriana Negreiros

R$ 69,90

Pequena coreografia do adeus

Companhia das Letras

Pequena coreografia do adeus

Aline Bei

R$ 64,90

Confesso que perdi - Memórias

Companhia das Letras

Confesso que perdi - Memórias

Juca Kfouri

R$ 59,90

Minha mãe é uma peça

Objetiva

Minha mãe é uma peça

Paulo Gustavo

R$ 59,90

A vida não é útil

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 44,90

Ficha Técnica

Páginas: 248 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.427 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 23/10/2014
ISBN: 978-85-3900-621-2 Selo: Objetiva Ilustração:

SOBRE O LIVRO

A história e as histórias do jogador mais original do futebol brasileiro.

Ídolo do Corinthians, capitão da mítica Seleção da Copa de 82, Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira deixou sua marca também fora dos gramados. O futebol era pequeno demais para a grandeza de suas ideias, e ele se engajou intensamente na vida pública do país. Idealista e rebelde, o meio-campista genial que desafiava as autoridades e incomodava os cartolas carregava no nome a paixão pelo Brasil, que se viu refletida na participação ativa na campanha das Diretas Já. Formado em Medicina, foi, ao lado de nomes como Wladimir e Casagrande, um dos líderes da Democracia Corintiana, movimento com repercussões políticas, esportivas, sociais e culturais. Filho mais velho de um vendedor de rapadura apaixonado por filosofia grega, Sócrates queria mexer com as estruturas do país. Em campo, o ritmo de jogo cadenciado, a calma, a elegância e o temperamento frio atraíam admiradores e críticos. Fora dos gramados, a coerência, a postura contestadora, a transparência e as posições firmes igualmente conquistavam entusiastas e desafetos. Revelado no Botafogo de Ribeirão Preto, consagrou-se no Corinthians, por onde foi bicampeão paulista em 1982 e 1983. Formou com Palhinha, primeiro, e Casagrande, mais tarde, parcerias inesquecíveis. Avesso às convenções, viveu uma vida de excessos, coerente com a maneira como gostaria de ser lembrado: "Se tivesse me dedicado mais, não seria uma pessoa tão completa como sou agora."

Sobre o autor