Home | Livros | Seguinte | ÚLTIMA PARADA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ÚLTIMA PARADA

Casey McQuiston
Tradução: Guilherme Miranda

R$ 69,90

R$ 59,42

/ À vista

Apresentação

Da autora de Vermelho, branco e sangue azul, um romance onde nada é impossível – inclusive se apaixonar por alguém de outro tempo.

Frequentemente comprados juntos

Seguinte

Última parada

Casey McQuiston

R$ 59,42

Seguinte

Heartstopper: De mãos dadas (vol. 4)

Alice Oseman

R$ 67,41

Paralela

Procura-se um namorado - Sucesso no TikTok

Alexis Hall

R$ 55,17

Preço total de

R$ 182,00

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Portfolio-Penguin

O trader vencedor

Mark Douglas

R$ 79,90

Companhia das Letrinhas

A verdadeira história dos três porquinhos

Jon Scieszka

R$ 59,90

Zahar

Tornar-se negro

Neusa Santos Souza

R$ 59,90

Companhia das Letras

Ulysses - Edição especial

James Joyce

R$ 199,90

Companhia das Letrinhas

Sete histórias para sacudir o esqueleto

Angela-Lago

R$ 59,90

Alfaguara

Senhor das Moscas (Nova edição)

William Golding

R$ 69,90

Companhia das Letras

As vozes da metrópole

Ruy Castro

R$ 99,90

Companhia das Letras

Sapiens - Edição comemorativa de 10 anos

Yuval Noah Harari

R$ 149,90

Ficha Técnica

Título original: One Last Stop Páginas: 400 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.535 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 18/01/2022
ISBN: 978-85-5534-156-4 Selo: Seguinte Capa: Isadora Zeferino Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Da autora de Vermelho, branco e sangue azul, um romance onde nada é impossível – inclusive se apaixonar por alguém de outro tempo.

De autore de Vermelho, branco e sangue azul, um romance onde nada é impossível -- inclusive se apaixonar por alguém de outro tempo.

Aos vinte e três anos, August Landry tem uma visão bastante cética sobre a vida. Quando se muda para Nova York e passa a dividir apartamento com as pessoas mais excêntricas -- e encantadoras -- que já conheceu, tudo o que quer é construir um futuro sólido e sem surpresas, diferente da vida que teve ao lado da mãe.


Até que Jane aparece. No vagão do metrô, em um dia que tinha tudo para ser um fracasso, August dá de cara com uma garota de jaqueta de couro e jeans rasgado sorrindo para ela. As duas passam a se encontrar o tempo todo e logo se envolvem, mas há um pequeno detalhe: Jane pertence, na verdade, aos anos 1970 e está perdida no tempo -- mais especificamente naquela linha de metrô, de onde nunca consegue sair.


August fará de tudo para ajudá-la, mas para isso terá que confrontar o próprio passado -- e, de uma vez por todas, começar a acreditar que o impossível às vezes pode se tornar realidade.


"Absolutamente brilhante." -- The New York Times


Indicado para leitores a partir de 16 anos.