Home | Livros | Companhia das Letras | TEMPO DE DESPERTAR
CLIQUE PARA AMPLIAR

TEMPO DE DESPERTAR

Oliver Sacks
Tradução: Laura Teixeira Motta

Apresentação

Relato detalhado das experiências "neuroantropológicas" do autor junto a vítimas da "doença do sono", de seus esforços por tirá-las do letargo e compreender o mundo em que vivem mergulhadas.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Tempo de despertar

Oliver Sacks

R$ 99,90

Companhia das Letras

O homem que confundiu sua mulher com um chapéu

Oliver Sacks

R$ 99,90

Companhia das Letras

O olhar da mente

Oliver Sacks

R$ 79,90

Preço total de

R$ 279,70

Adicionar ao carrinho
O homem que confundiu sua mulher com um chapéu

Companhia das Letras

O homem que confundiu sua mulher com um chapéu

Oliver Sacks

R$ 99,90

O olhar da mente

Companhia das Letras

O olhar da mente

Oliver Sacks

R$ 79,90

O rio da consciência

Companhia das Letras

O rio da consciência

Oliver Sacks

R$ 69,90

Alucinações musicais

Companhia das Letras

Alucinações musicais

Oliver Sacks

R$ 99,90

Um antropólogo em marte

Companhia de Bolso

Um antropólogo em marte

Oliver Sacks

R$ 59,90

A ilha dos daltônicos

Companhia das Letras

A ilha dos daltônicos

Oliver Sacks

R$ 89,90

Tudo em seu lugar

Companhia das Letras

Tudo em seu lugar

Oliver Sacks

R$ 79,90

Sempre em movimento

Companhia das Letras

Sempre em movimento

Oliver Sacks

R$ 99,90

A mente assombrada

Companhia das Letras

A mente assombrada

Oliver Sacks

R$ 64,90

Indisponível
Gratidão

Companhia das Letras

Gratidão

Oliver Sacks

R$ 64,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Awakenings Páginas: 452 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.573 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 27/02/1997
ISBN: 978-85-7164-628-5 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Relato detalhado das experiências "neuroantropológicas" do autor junto a vítimas da "doença do sono", de seus esforços por tirá-las do letargo e compreender o mundo em que vivem mergulhadas.

Usando uma nova droga, o neurologista Oliver Sacks conseguiu, entre 1969 e 1972, despertar vários pacientes de encefalite letárgica do estado em que viviam desde o fim da Primeira Guerra Mundial, quando ocorreu um surto da chamada "doença do sono". Tempo de despertar traz um minucioso relato das vivências desses pós-encefálicos - os labirintos interiores em que viviam, o mundo onírico a que estavam presos, a aflição que sentiam nos raros momentos de vigília -, formando um conjunto único de pequenos dramas. A destreza narrativa do autor já foi comparada com a que transparece nos casos clínicos contados por Freud (celebrizados por sua qualidade literária).