Home | Livros | Quadrinhos na Cia | O ÚLTIMO CAVALEIRO ANDANTE
CLIQUE PARA AMPLIAR

O ÚLTIMO CAVALEIRO ANDANTE

Will Eisner
Tradução: Carlos Sussekind

Apresentação

História em quadrinhos sobre o sonhador que era visto como um velho maluco. Em ritmo movimentado, Eisner mostra de que maneira os sonhos de Dom Quixote acabaram se eternizando.

Frequentemente comprados juntos

Quadrinhos na Cia

O último cavaleiro andante

Will Eisner

R$ 59,90

Quadrinhos na Cia

O complô

Will Eisner

R$ 89,90

Quadrinhos na Cia

Ao coração da tempestade

Will Eisner

R$ 89,90

Preço total de

R$ 239,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Quadrinhos na Cia

Ao coração da tempestade

Will Eisner

R$ 89,90

Quadrinhos na Cia

Sundiata, o leão do Mali

Will Eisner

R$ 64,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Jimmy Corrigan - o menino mais esperto do mundo

Chris Ware

R$ 114,90

Quadrinhos na Cia

Minha coisa favorita é monstro - Livro 1

Emil Ferris

R$ 169,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

A revolução dos bichos (Edição em quadrinhos)

George Orwell

R$ 99,90

Quadrinhos na Cia

A baleia branca

Will Eisner

R$ 38,00

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Os sertões

Carlos Ferreira Rodrigo Rosa

R$ 64,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: The last knight Páginas: 32 Formato: 22.50 X 29.50 cm Peso: 0.18 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 10/07/1999
ISBN: 978-85-7164-906-4 Selo: Quadrinhos na Cia Ilustração: Will Eisner

SOBRE O LIVRO

História em quadrinhos sobre o sonhador que era visto como um velho maluco. Em ritmo movimentado, Eisner mostra de que maneira os sonhos de Dom Quixote acabaram se eternizando.

Depois de A princesa e o sapo e Moby Dick, Will Eisner usa a linguagem da história em quadrinhos para apresentar aos leitores jovens um dos maiores clássicos da literatura mundial: Dom Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes (1547-1616). Em ritmo movimentado, ele conta as aventuras do sonhador que era visto como um velho maluco e mostra de que maneira os sonhos de Dom Quixote acabaram sendo eternizados.Cervantes publicou a primeira parte de El ingenioso hidalgo don Quijote de la Mancha em 1605 e teve uma acolhida entusiástica. A segunda parte surgiu somente em 1615. O conjunto contém uma crítica aos ideais da cavalaria, instituição feudal que já desaparecera havia muito tempo e que entretanto continuava a ser cultuada na Espanha. Para narrar a história do "cavaleiro de triste figura", Will Eisner, o criador do Spirit, usa todo o seu poder de síntese. Tanto no plano das imagens como no plano do texto, cada quadrinho é altamente informativo. E nesse Dom Quixote ele é profundamente sintético nos dois sentidos: primeiro, na escolha dos episódios narrados (acompanhamos aqui, por exemplo, a grande batalha contra o moinho de vento), e, segundo, no modo de desenhá-los. O resultado constitui uma forma divertida e inteligente de apresentar a obra de Cervantes aos leitores jovens.Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 1999, categoria tradução/criança

Sobre o autor

Prêmios