Home | Livros | Companhia das Letrinhas | EU ME PERGUNTO...
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

EU ME PERGUNTO...

Autor: Jostein Gaarder
Ilustrador: Akin Duzakin
Tradução: Mell Brites

Apresentação

Caminhando sem destino certo, um garoto se pergunta sobre a vida e instiga todos os leitores a fazerem o mesmo. Afinal, quem nunca se questionou sobre de onde viemos, para onde vamos, o que somos...?

Você pode gostar também de

Seguinte

Anna e o planeta

Jostein Gaarder

R$ 54,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

Juca e os anões amarelos

Jostein Gaarder

R$ 49,90

Companhia das Letrinhas

Ei! Tem alguém aí?

Jostein Gaarder

R$ 57,90

Companhia das Letrinhas

O castelo do príncipe sapo

Jostein Gaarder

R$ 52,90

Indisponível

Cia das Letras

O castelo nos Pirineus

Jostein Gaarder

R$ 54,90

Seguinte

Através do espelho

Jostein Gaarder

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

Malala, a menina que queria ir para a escola

Adriana Carranca

R$ 49,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

Malala e seu lápis mágico

Malala Yousafzai

R$ 57,90

Seguinte

A garota das laranjas

Jostein Gaarder

R$ 54,90

Cia das Letras

O pássaro raro

Jostein Gaarder

R$ 44,90

Indisponível

Cia das Letras

O vendedor de histórias

Jostein Gaarder

R$ 54,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Det spor Páginas: 72 Formato: 16.20 X 20.70 cm Peso: 0.305 kg Acabamento: Livro capa dura Lançamento: 19/09/2013
ISBN: 978-85-7406-606-6 Selo: Companhia das Letrinhas Ilustração: Akin Duzakin

SOBRE O LIVRO

Caminhando sem destino certo, um garoto se pergunta sobre a vida e instiga todos os leitores a fazerem o mesmo. Afinal, quem nunca se questionou sobre de onde viemos, para onde vamos, o que somos...?

Enquanto caminha para longe de casa, um garoto pensa e repensa: "de onde vem o mundo?", "será que tudo surgiu do nada?".
A cada nova paisagem que conhece, relembra histórias de seu passado e descobre novas questões: "os fantasmas existem?", "o que tenho mais medo de perder?".
Cheio de indagações mas sem nenhuma resposta, ele anda sem rumo - e se aproxima cada vez mais de seu próprio entendimento do mundo.

Sobre o autor