Home | Livros | Companhia das Letras | O SEQUESTRO DA INDEPENDÊNCIA
CLIQUE PARA AMPLIAR

O SEQUESTRO DA INDEPENDÊNCIA

Uma história da construção do mito do Sete de Setembro

Carlos Lima Junior, Lilia Moritz Schwarcz e Lúcia Klück Stumpf

R$ 104,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 52,45

Apresentação

A construção histórica do Sete de Setembro como marco da Independência a partir de profundo estudo da cultura visual em torno do tema.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O sequestro da Independência

Carlos Lima Junior, Lilia Moritz Schwarcz e Lúcia Klück Stumpf

R$ 104,90

Companhia das Letras

Adeus, senhor Portugal

Rafael Cariello e Thales Zamberlan Pereira

R$ 99,90

Companhia das Letras

Enciclopédia negra

Flávio dos Santos Gomes, Jaime Lauriano e Lilia Moritz Schwarcz

R$ 119,90

Preço total de

R$ 324,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Os perigos do imperador - Vencedor Jabuti 2023

Ruy Castro

R$ 62,91

Zahar

O Negócio do Jair

Juliana Dal Piva

R$ 89,90

Zahar

O terceiro excluído

Fernando Haddad

R$ 79,90

Companhia das Letras

Bendita seja a filha criada por uma voz em sua cabeça

Warsan Shire

R$ 64,90

Companhia das Letras

O pacto da branquitude

Cida Bento

R$ 44,90

Ficha Técnica

Páginas: 400 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.609 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 05/08/2022
ISBN: 978-65-5921-163-0 Selo: Companhia das Letras Capa: Victor Burton Ilustração:

SOBRE O LIVRO

A construção histórica do Sete de Setembro como marco da Independência a partir de profundo estudo da cultura visual em torno do tema.

A emancipação política brasileira decorreu de um longo e conflituoso processo, desenvolvido em várias regiões do país e que teve diversos atores. Episódios esses escamoteados em favor de uma história oficial ainda muito europeia, pacífica, masculina e unificadora, que encontrou no Sete de Setembro seu mito fundador.
Tomando como ponto de partida farta coleção imagética, que tem como elemento central o famoso quadro de Pedro Américo sobre o "Grito do Ipiranga", Lilia Moritz Schwarcz, Lúcia Klück Stumpf e Carlos Lima Junior analisam a formação complexa de nossa identidade nacional e a transformação do motivo retratado na obra de Américo em símbolo do rompimento com a Coroa portuguesa.
Das tensões do Segundo Reinado e rivalidades entre Rio e São Paulo à ditadura, chegando ao governo bolsonarista, este livro evidencia o percurso histórico que contribuiu para silenciar outras narrativas possíveis para a Independência, suscitando o que os autores chamam de "uma política de sequestros", que tem como origem o Sudeste, os paulistas e, posteriormente, os militares.

Sobre o autor