Home | Livros | Clássicos Zahar | ROBINSON CRUSOÉ: EDIÇÃO COMENTADA E ILUSTRADA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ROBINSON CRUSOÉ: EDIÇÃO COMENTADA E ILUSTRADA

Daniel Defoe
Tradução: José Roberto O'Shea

R$ 89,90

/ À vista

Apresentação

Misto de livro de aventura, autobiografia espiritual e tributo ao individualismo burguês, Robinson Crusoé continua insuperável, tão original e vívido como há trezentos anos. Edição com tradução, apresentação e notas de José Roberto O'Shea.

Frequentemente comprados juntos

Clássicos Zahar

Robinson Crusoé: edição comentada e ilustrada

Daniel Defoe

R$ 89,90

Clássicos Zahar

A Ilha do Tesouro: edição comentada e ilustrada

Robert Louis Stevenson

R$ 79,90

Clássicos Zahar

David Copperfield: edição comentada e ilustrada

Charles Dickens

R$ 159,90

Preço total de

R$ 329,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Clássicos Zahar

David Copperfield: edição comentada e ilustrada

Charles Dickens

R$ 159,90

Clássicos Zahar

A Ilha do Tesouro: edição comentada e ilustrada

Robert Louis Stevenson

R$ 79,90

Clássicos Zahar

Jaqueta Branca: edição comentada

Herman Melville

R$ 99,90

Clássicos Zahar

Aventuras de Huckleberry Finn: edição comentada e ilustrada

MARK TWAIN

R$ 99,90

Clássicos Zahar

Moby Dick: edição comentada

Herman Melville

R$ 149,90

Clássicos Zahar

O Fantasma da Ópera: edição comentada

Gaston Leroux

R$ 76,42

Clássicos Zahar

O conde de Monte Cristo: edição comentada e ilustrada

Alexandre Dumas

R$ 239,90

Clássicos Zahar

O corcunda de Notre Dame: edição comentada e ilustrada

Victor Hugo

R$ 99,90

Clássicos Zahar

As aventuras de Tom Sawyer: edição comentada e ilustrada

MARK TWAIN

R$ 89,90

Indisponível

Clássicos Zahar

Jane Eyre: edição bolso de luxo

Charlotte Brontë

R$ 69,90

Ficha Técnica

Páginas: 352 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.66 kg Acabamento: Livro capa dura Lançamento: 26/10/2021
ISBN: 978-65-5979-031-9 Selo: Clássicos Zahar Capa: Rafael Nobre Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Misto de livro de aventura, autobiografia espiritual e tributo ao individualismo burguês, Robinson Crusoé continua insuperável, tão original e vívido como há trezentos anos. Edição com tradução, apresentação e notas de José Roberto O'Shea.

"30 de setembro de 1659. Eu, pobre e desgraçado Robinson Crusoé, depois de naufragar em alto-mar durante uma tempestade terrível, cheguei à costa desta ilha desoladora e infeliz, que denominei 'Ilha do Desespero', sendo que o restante da tripulação do navio afogou-se, e quase morri."

Com uma prosa aparentemente despretensiosa, mas repleta de nuances, Daniel Defoe narra a vida atribulada de Crusoé a partir da decisão de abandonar o destino trivial no interior da Inglaterra para se tornar marinheiro. Após várias desventuras e uma crucial estada no Brasil, seu barco naufraga em meio a uma tempestade violenta, a tripulação morre e ele vai parar numa ilha deserta tendo apenas uma faca, um cachimbo e um pouco de tabaco, além de um formidável instinto de sobrevivência. Com disciplina, Crusoé aprende não apenas a construir uma canoa, fazer uma panela e assar pão, mas também a enfrentar seus medos, suas dúvidas e a solidão absoluta. Até que, depois de 24 anos excruciantes, ele descobre uma pegada humana na areia.

Sobre o autor