Home | Livros | Companhia das Letras | DEVE TER SIDO ALGUMA COISA QUE EU COMI
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

DEVE TER SIDO ALGUMA COISA QUE EU COMI

Jeffrey Steingarten
Tradução: Luiz Henrique Horta

Apresentação

Nesta coletânea de ensaios, o crítico da Vogue americana Jeffrey Steingarten continua sua obstinada e incessante pesquisa gastronômica pelos quatro cantos do planeta, enquanto trava uma batalha contra a paranóia que tomou conta do gosto culinário norte-americano.

Você pode gostar também de

Companhia de Mesa

O homem que comeu de tudo

Jeffrey Steingarten

R$ 99,90

Companhia das Letras

As camélias do Leblon e a abolição da escravatura

Eduardo Silva

R$ 36,00

Indisponível

Companhia das Letras

Em busca do prato perfeito

Anthony Bourdain

R$ 62,90

Indisponível

Companhia das Letras

Os dentes falsos de George Washington

Robert Darnton

R$ 59,90

Indisponível

Companhia das Letras

Achei que meu pai fosse Deus

Paul Auster (Org.)

R$ 72,90

Indisponível

Companhia das Letras

Nenhuma ilha é uma ilha

Carlo Ginzburg

R$ 64,90

Indisponível

Companhia das Letras

Amor insensato

Junichiro Tanizaki

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Maus bocados

Anthony Bourdain

R$ 74,90

Indisponível

Companhia das Letras

O centauro no jardim

Moacyr Scliar

R$ 69,90

Indisponível

Companhia das Letras

Da dificuldade de ser cão

Roger Grenier

R$ 37,90

Indisponível

Companhia das Letras

Paralelos e paradoxos

Edward W. Said Daniel Barenboim

R$ 39,00

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Its must've been something i ate Páginas: 512 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.775 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 15/12/2004
ISBN: 978-85-3590-588-5 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Nesta coletânea de ensaios, o crítico da Vogue americana Jeffrey Steingarten continua sua obstinada e incessante pesquisa gastronômica pelos quatro cantos do planeta, enquanto trava uma batalha contra a paranóia que tomou conta do gosto culinário norte-americano.

Nesta coletânea de artigos, o celebrado crítico gastronômico Jeffrey Steingarten vai atrás da pizza perfeita, dos segredos do sushi e de receitas obscuras da culinária cajun. Munido de um senso de aventura raro em profissionais do ramo, o autor viaja ao redor do mundo em busca de combinações, ingredientes e sabores inusitados.
Steingarten ataca os medos relacionados à comida que tomaram conta dos norte-americanos e é capaz de defender certos queijos não regulamentados pelo governo. Em outro momento, parte à caça do atum gigante marlim-azul, uma das iguarias mais caras do mundo. Quando não está viajando, prepara em seu apartamento longas degustações de café expresso e até um inusitado banquete para seu cachorro.
O autor realiza façanhas gastronômicas dignas dos grandes chefs contemporâneos: é capaz, por exemplo, de preparar o mesmo prato dezenas de vezes até encontrar a combinação ideal de ingredientes. Nada foge do seu radar: as barras de chocolate dos supermercados e os pães para cachorro-quente têm o mesmo tratamento dispensado às lagostas e aos camarões.
O tema principal do autor é, antes de tudo, o prazer de comer. Em suas palavras, "aquela felicidade pura, primordial que sentimos toda vez que nos convidam para jantar".

"Erudição, senso de humor, prosa graciosa, apetite fanático - [Steingarten] tem de tudo." - The Guardian

"Instigante... é possível que Steingarten saiba mais sobre comida do que qualquer pessoa." - The Observer

"O trabalho de Steingarten permanecerá nas estantes por muito tempo após nossos passionais colegas terem parado de discutir quem conhece o melhor caviar - e não na seção de culinária, mas junto dos livros de humor engraçados o suficiente para durar." - The New York Times

Sobre o autor