Home | Livros | Companhia de Mesa | A FISIOLOGIA DO GOSTO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A FISIOLOGIA DO GOSTO

Jean-Anthelme Brillat-Savarin

R$ 72,90

/ À vista

Apresentação

Misto de receitas gastronômicas, aforismos e meditações, esta iguaria literária é a verdadeira certidão de nascimento do gênero e seu maior clássico.

Frequentemente comprados juntos

Companhia de Mesa

A fisiologia do gosto

Jean-Anthelme Brillat-Savarin

R$ 72,90

Companhia de Mesa

Cozinha confidencial

Anthony Bourdain

R$ 84,90

Companhia de Mesa

Jerusalém

Yotam Ottolenghi e Sami Tamimi

R$ 169,90

Preço total de

R$ 327,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia de Mesa

Cozinha confidencial

Anthony Bourdain

R$ 84,90

Companhia de Mesa

O homem que comeu de tudo

Jeffrey Steingarten

R$ 84,90

Companhia de Mesa

Sal, gordura, ácido, calor

Samin Nosrat

R$ 199,90

Companhia de Mesa

Comida de verdade

Yotam Ottolenghi

R$ 169,90

Indisponível

Companhia de Mesa

A química dos bolos

Joyce Galvão

R$ 149,90

Companhia de Mesa

Uma breve história da bebedeira

Mark Forsyth

R$ 59,90

Indisponível

Companhia de Mesa

Não é sopa (Nova edição)

Nina Horta

R$ 99,90

Companhia de Mesa

Brownies, cookies, tortas e afins

Editores do Food52

R$ 119,90

Ficha Técnica

Páginas: 352 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.054 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 30/05/2017
ISBN: 978-85-9275-405-1 Selo: Companhia de Mesa Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Misto de receitas gastronômicas, aforismos e meditações, esta iguaria literária é a verdadeira certidão de nascimento do gênero e seu maior clássico.

A fisiologia do gosto, verdadeira certidão de nascimento da gastronomia, é um clássico escrito na conturbada França do século XVIII, para paladares delicados e desapressados. Não é obra para quem quer matar a fome, literal ou de saber, mas para quem se delicia com petiscos fugazes, sente um prazer quase espiritual ao folhear as páginas amareladas de um velho caderno de receitas manuscritas e é capaz de evocar o clima de uma época em que se preparava uma perna de vitela com três pombos velhos e vinte e cinco lagostins. É, enfim, para aqueles que acreditam que "o prazer da mesa pertence a todas as épocas, todas as condições, todos países e todos os dias".

Sobre o autor