Home | Livros | Companhia de Bolso | LONGITUDE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

Apresentação

Neste best-seller traduzido para mais de vinte idiomas, Dava Sobel conta como John Harrison, um desconhecido relojoeiro inglês, solucionou um dos maiores dilemas do século XVIII: como medir com precisão a longitude no mar.

Frequentemente comprados juntos

Companhia de Bolso

Longitude

Dava Sobel

R$ 39,90

Zahar

Os botões de Napoleão

Jay Burreson e Penny Le Couteur

R$ 82,90

Zahar

História das crenças e das ideias religiosas

Mircea Eliade

R$ 104,90

Preço total de

R$ 227,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia de Bolso

Bilhões e bilhões

Carl Sagan

R$ 52,90

Companhia de Bolso

Homens em tempos sombrios

Hannah Arendt

R$ 52,90

Indisponível

Companhia de Bolso

Coração das trevas

Joseph Conrad

R$ 42,90

Companhia de Bolso

Sir Richard Francis Burton

Edward Rice

R$ 54,90

Companhia de Bolso

A expressão das emoções no homem e nos animais

Charles Darwin

R$ 54,90

Companhia de Bolso

Uma história da guerra

John Keegan

R$ 54,90

Companhia de Bolso

Imperialismo ecológico

Alfred W. Crosby

R$ 49,90

Companhia de Bolso

As boas mulheres da China

Xinran

R$ 44,90

Companhia de Bolso

Cisnes selvagens

Jung Chang

R$ 57,90

Companhia de Bolso

As damas do século XII

Georges Duby

R$ 47,90

Ficha Técnica

Título original: Longitude (pocket) Páginas: 152 Formato: 12.50 X 18.00 cm Peso: 0.132 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 29/07/2008
ISBN: 978-85-3591-265-4 Selo: Companhia de Bolso Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Neste best-seller traduzido para mais de vinte idiomas, Dava Sobel conta como John Harrison, um desconhecido relojoeiro inglês, solucionou um dos maiores dilemas do século XVIII: como medir com precisão a longitude no mar.

Até o século XVIII, um dos maiores desafios científicos da humanidade era estabelecer a longitude no mar. Impossibilitadas de saber com exatidão a sua localização tão logo perdessem contato com a terra, as grandes embarcações navegavam praticamente às cegas, sujeitas a erros de cálculo, doenças, escassez de víveres, naufrágios e medo. A procura por uma solução para esse dilema envolveu gigantes como Galileu, Newton e Kepler, e até uma recompensa em dinheiro foi oferecida pelo Parlamento inglês para quem apresentasse uma maneira prática e útil de determinar a longitude. Foi o relojoeiro inglês John Harrison, um homem simples e extremamente inteligente, quem ousou apresentar uma solução mecânica: um relógio que registraria a passagem do tempo no mar com absoluta precisão, algo que nenhum relógio havia feito na terra até então, e que mudou os rumos da navegação no mundo. É a história de Harrison, e de sua luta por reconhecimento nos quarenta anos que se seguiram a sua invenção, que este livro conta, com ingredientes mais saborosos que os de qualquer ficção.

Sobre o autor