Home | Livros | Companhia das Letras | FREUD (1911-1913) - OBRAS COMPLETAS VOLUME 10
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

FREUD (1911-1913) - OBRAS COMPLETAS VOLUME 10

Observações psicanalíticas sobre um caso de paranoia relatado em autobiografia ("O caso Schreiber"), artigos sobre técnica e outros textos

Sigmund Freud
Tradução: Paulo César de Souza

R$ 82,90

/ À vista

Apresentação

A Companhia das Letras publica, pela primeira vez em português, as Obras Completas de Freud traduzidas diretamente do alemão e, ao mesmo tempo, organizadas na ordem cronológica em que apareceram originalmente os textos.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Freud (1911-1913) - Obras completas volume 10

Sigmund Freud

R$ 82,90

Companhia das Letras

Freud (1917-1920) - Obras completas volume 14

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1909-1910) - Obras completas volume 9

Sigmund Freud

R$ 87,90

Preço total de

R$ 258,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Freud (1917-1920) - Obras completas volume 14

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1914-1916) - Obras completas volume 12

Sigmund Freud

R$ 82,90

Companhia das Letras

Freud (1920-1923) - Obras completas volume 15

Sigmund Freud

R$ 82,90

Companhia das Letras

Freud (1930-1936) - Obras completas volume 18

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1923-1925) - Obras completas volume 16

Sigmund Freud

R$ 82,90

Companhia das Letras

Freud (1912-1914) - Obras completas volume 11

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1909-1910) - Obras completas volume 9

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1916 - 1917) - Obras completas volume 13

Sigmund Freud

R$ 92,90

Companhia das Letras

Freud (1906-1909) - Obras completas volume 8

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1893-1895) - Obras completas volume 2

Sigmund Freud

R$ 87,90

Companhia das Letras

Freud (1926 - 1929) - Obras completas volume 17

Sigmund Freud

R$ 82,90

Companhia das Letras

Freud (1905) - Obras Completas volume 7

Sigmund Freud

R$ 82,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Gesammelte Werke Páginas: 376 Formato: 13.00 X 21.00 cm Peso: 0.494 kg Acabamento: Livro capa dura Lançamento: 18/03/2010
ISBN: 978-85-3591-614-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

A Companhia das Letras publica, pela primeira vez em português, as Obras Completas de Freud traduzidas diretamente do alemão e, ao mesmo tempo, organizadas na ordem cronológica em que apareceram originalmente os textos.

A Companhia das Letras publica, pela primeira vez em português, as Obras Completas de Freud traduzidas diretamente do alemão.
As Obras completas serão reunidas em vinte volumes, sendo dezenove de textos e um de índices e bibliografia, e não incluem os textos de neurologia, ou seja, não psicanalíticos, anteriores à criação da psicanálise, que foram deixados de fora pelo próprio autor quando foi feita a primeira edição alemã completa de suas obras. A edição alemã que serviu de base para esta foi Gesammelte Werke [Obras completas], publicada entre 1940 e 1952. Ainda que constituam a mais ampla reunião de textos do pai da psicanálise, os dezessete volumes da coleção foram sofrivelmente editados, talvez devido à penúria dos anos de guerra e de pós-guerra na Europa. Embora ordenados cronologicamente, não indicam sequer o ano da publicação de cada trabalho. O texto em si é geralmente confiável, mas sempre que possível foi cotejado com a Studienausgabe [Edição de estudos], publicada pela editora Fischer em 1969-75, da qual foi consultada uma edição revista, lançada posteriormente. Trata-se de onze volumes organizados por temas (como a primeira coleção de obras de Freud), que não incluem vários textos secundários ou de conteúdo repetido, mas incorporam, traduzidas para o alemão, as apresentações e notas que o inglês James Strachey redigiu para a Standard edition (Londres, Hogarth Press, 1955-66). O objetivo destas Obras completas é oferecer os textos com o máximo de fidelidade ao original, sem interpretações ou interferências de comentaristas e teóricos posteriores da psicanálise, que podem ser encontradas na interminável bibliografia sobre o tema. O aparato editorial limita-se a notas do tradutor, que geralmente informam sobre os termos e as passagens de versão problemática, para que o leitor tenha uma ideia mais precisa de seu significado. Nessas notas são reproduzidos os equivalentes achados em algumas versões estrangeiras dos textos, em línguas aparentadas ao português e ao alemão.