Home | Livros | Quadrinhos na Cia | ORDINÁRIO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ORDINÁRIO

Rafael Sica

Apresentação

Um dos maiores expoentes da nova geração de quadrinistas brasileiros, Rafael Sica retrata o cotidiano absurdo da vida na metrópole, misturando horror, solidão, tristeza e humor nesta coletânea de tiras em preto e branco e sem palavras da sua série Ordinário.

Frequentemente comprados juntos

Quadrinhos na Cia

Ordinário

Rafael Sica

R$ 69,90

Quadrinhos na Cia

Heimat

Nora Krug

R$ 137,90

Quadrinhos na Cia

O chinês americano

Gene Luen Yang

R$ 94,90

Preço total de

R$ 302,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Quadrinhos na Cia

Aqui

Richard McGuire

R$ 109,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Toda Rê Bordosa

Angeli

R$ 104,90

Quadrinhos na Cia

Cachalote

Daniel Galera Rafael Coutinho

R$ 72,90

Indisponível

Quadrinhos na Cia

Jimmy Corrigan - o menino mais esperto do mundo

Chris Ware

R$ 102,90

Quadrinhos na Cia

Meu mundo versus Marta

Paulo Scott Rafael Sica

R$ 94,90

Ficha Técnica

Título original: Ordinário Páginas: 128 Formato: 13.00 X 21.00 cm Peso: 0.18 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 09/02/2011
ISBN: 978-85-3591-777-2 Selo: Quadrinhos na Cia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um dos maiores expoentes da nova geração de quadrinistas brasileiros, Rafael Sica retrata o cotidiano absurdo da vida na metrópole, misturando horror, solidão, tristeza e humor nesta coletânea de tiras em preto e branco e sem palavras da sua série Ordinário.

Ordinário é uma coletânea da série de tiras de mesmo nome, publicada por Rafael Sica em seu blog desde 2009. Essas tiras, em preto e branco e sem falas, retratam a vida na metrópole, marcada por sentimentos intensos como solidão, tristeza, medo e horror, sempre com um humor ácido e um toque de surrealismo. Nesse universo bastante particular - e facilmente reconhecível - criado por Sica, questiona-se a vida urbana e o comportamento do homem contemporâneo de um modo quase tragicômico. O resultado seria algo próximo de Macanudo, se fosse escrito por alguém como Tim Burton.
Rafael Sica teve seu trabalho publicado em revistas como Piauí e +Soma, no caderno Folhateen da Folha de S.Paulo e no fanzine Tarja Preta. Vencedor de dois prêmios HQ Mix (Desenhista Revelação e Web Quadrinhos), é considerado um dos mais influentes quadrinistas brasileiros da nova geração. A exposição "Cinza-Choque", apresentada no Museu do Trabalho em Porto Alegre em 2009, contou com treze desenhos inéditos seus, feitos a lápis, e foi um reconhecimento ao valor da obra do jovem quadrinista gaúcho.