Home | Livros | Companhia das Letras | ESTA TERRA SELVAGEM
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ESTA TERRA SELVAGEM

Isabel Moustakas

R$ 49,90

/ À vista

Apresentação

Romance de estreia de Isabel Moustakas, Esta terra selvagem é um thriller sangrento encenado numa São Paulo subitamente tomada por crimes de ódio.

O dois anos, oito meses e 28 noites

Companhia das Letras

O dois anos, oito meses e 28 noites

Salman Rushdie

R$ 79,90

O diário de Guantánamo

Companhia das Letras

O diário de Guantánamo

Mohamedou Ould Slahi

R$ 79,90

Confissões de um homem livre

Companhia das Letras

Confissões de um homem livre

Luiz Alberto Mendes

R$ 94,90

Como ser as duas coisas

Companhia das Letras

Como ser as duas coisas

Ali Smith

R$ 79,90

Só por hoje e para sempre

Companhia das Letras

Só por hoje e para sempre

Renato Russo

R$ 59,90

De volta do inferno

Companhia das Letras

De volta do inferno

Ian Kershaw

R$ 119,90

The 42nd st. Band

Companhia das Letras

The 42nd st. Band

Renato Russo

R$ 69,90

A realidade devia ser proibida

Companhia das Letras

A realidade devia ser proibida

Maria Clara Drummond

R$ 59,90

Te vendo um cachorro

Companhia das Letras

Te vendo um cachorro

Juan Pablo Villalobos

R$ 79,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Esta terra selvagem Páginas: 120 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.186 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 14/03/2016
ISBN: 978-85-3592-689-7 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Romance de estreia de Isabel Moustakas, Esta terra selvagem é um thriller sangrento encenado numa São Paulo subitamente tomada por crimes de ódio.

João é um repórter policial de um grande jornal paulistano. Aos trinta e dois anos, já coleciona um casamento fracassado e ainda não fez nada de muito grandioso na profissão. Mas o envolvimento na investigação de um crime hediondo irá transformar sua vida de modo devastador. Uma jovem que assistiu à tortura e ao assassinato brutal dos pais - um boliviano e uma descendente de italianos -, e que depois fora abusada das piores maneiras, ainda não havia falado com a imprensa. Sete meses após esses crimes, João é o primeiro jornalista a ouvir o relato de cada detalhe perturbador do que ela havia presenciado. Ao final do depoimento, a garota tira a própria vida diante dos olhos dele. A partir deste terrível episódio, o repórter irá seguir pistas que o levarão a um suposto grupo racista que vem cometendo atrocidades contra imigrantes, negros, judeus, nordestinos, gays e quaisquer pessoas que considera impuras. O pouco do que se sabe sobre eles é que usam coturnos pretos com cadarço verde-amarelo. Neste romance de estreia, Isabel Moustakas cria uma trama extremamente ágil e violenta, que mal permite um respiro do leitor.

Sobre o autor