Home | Livros | Companhia das Letras | O TEMPO DOS GOVERNANTES INCIDENTAIS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O TEMPO DOS GOVERNANTES INCIDENTAIS

Sérgio Abranches

R$ 79,90

/ À vista

Apresentação

Referência obrigatória nos estudos sobre o presidencialismo pós-1988 no país, Sérgio Abranches desvela as debilidades da ordem liberal-democrática e aponta possíveis soluções para sua superação.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

O tempo dos governantes incidentais

Sérgio Abranches

R$ 79,90

Companhia das Letras

A era do imprevisto

Sérgio Abranches

R$ 84,90

Zahar

Crises da democracia

Adam Przeworski

R$ 67,92

Preço total de

R$ 232,72

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Zahar

Crises da democracia

Adam Przeworski

R$ 67,92

Companhia das Letras

Presidencialismo de coalizão

Sérgio Abranches

R$ 89,90

Companhia das Letras

Notas sobre a pandemia

Yuval Noah Harari

R$ 49,90

Zahar

O Brasil dobrou à direita

Jairo Nicolau

R$ 64,90

Companhia das Letras

De quem é esta história?

Rebecca Solnit

R$ 74,90

Companhia das Letras

Para o meu coração num domingo

Wislawa Szymborska

R$ 89,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 74,90

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 44,90

Objetiva

A defesa do espaço cívico

Ilona Szabó

R$ 49,90

Ficha Técnica

Páginas: 304 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.373 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 21/08/2020
ISBN: 978-85-3593-361-1 Selo: Companhia das Letras Capa: Thiago Lacaz Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Referência obrigatória nos estudos sobre o presidencialismo pós-1988 no país, Sérgio Abranches desvela as debilidades da ordem liberal-democrática e aponta possíveis soluções para sua superação.

Na última década, a democracia liberal e as liberdades cidadãs sofreram numerosos retrocessos. Da eleição de Donald Trump à ascensão do bolsonarismo, da vitória do Brexit ao colapso dos partidos social-democratas, uma sucessão veloz de mudanças inesperadas alimentou a onda populista que varreu o planeta, potencializada por crises econômicas, ódios políticos e tensões raciais. A polarização ideológica, a insegurança e o medo, agravados pelas incertezas do presente e pela desesperança no futuro, se propagaram com a rapidez vertiginosa do crescimento da ciberesfera. O estado de direito se converteu no alvo preferencial de líderes oportunistas que souberam aproveitar a conjuntura de frustrações generalizadas e desigualdades agudas.
Em O tempo dos governantes incidentais, Sérgio Abranches reflete sobre a saúde precária da soberania popular no Brasil e no mundo. O autor do célebre conceito de presidencialismo de coalizão propõe alternativas para a sobrevivência das instituições democráticas, únicos remédios eficazes contra tiranias e ditaduras.

Sobre o autor