Home | Livros | Zahar | MARIA ANTONIETA
CLIQUE PARA AMPLIAR

MARIA ANTONIETA

Retrato de uma mulher comum

Stefan Zweig

R$ 99,90

/ À vista

Frequentemente comprados juntos

Zahar

Maria Antonieta

Stefan Zweig

R$ 99,90

Alfaguara

Vida e destino

Vassili Grossman

R$ 114,90

Zahar

Novelas insólitas

Stefan Zweig

R$ 82,90

Preço total de

R$ 297,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Seguinte

A heroína da alvorada

Alwyn Hamilton

R$ 54,90

Objetiva

A lógica do Cisne Negro (Edição revista e ampliada)

Nassim Nicholas Taleb

R$ 94,90

Companhia das Letras

Freud (1909-1910) - Obras completas volume 9

Sigmund Freud

R$ 87,90

Seguinte

Minha história para jovens leitores

Michelle Obama

R$ 57,90

Clássicos Zahar

Alice: edição bolso de luxo

Lewis Carroll

R$ 52,90

Indisponível

Clássicos Zahar

O Mágico de Oz: edição bolso de luxo

L. Frank Baum

R$ 52,90

Indisponível

Clássicos Zahar

Os três mosqueteiros: edição bolso de luxo

Alexandre Dumas

R$ 82,90

Clássicos Zahar

O conde de Monte Cristo: edição bolso de luxo

Alexandre Dumas

R$ 109,90

Clássicos Zahar

Um estudo em vermelho: edição bolso de luxo

Arthur Conan Doyle

R$ 52,90

Companhia das Letras

Freud (1926 - 1929) - Obras completas volume 17

Sigmund Freud

R$ 82,90

Ficha Técnica

Páginas: 504 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.757 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 18/04/2013
ISBN: 978-85-3781-035-4 Selo: Zahar Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Casada aos catorze anos com o herdeiro da Coroa francesa, o futuro Luís XVI, Maria Antonieta mostrou-se desde o início inconsequente e despreparada para desempenhar o papel que haviam determinado para ela. O povo logo lhe atribuiu a culpa por tudo que há séculos vinha padecendo sob a monarquia - e aos poucos essa jovem rainha viu-se envolvida pelos acontecimentos sombrios da Revolução Francesa. Condenada à morte, revelou-se então a verdadeira descendente da poderosa família imperial dos Habsburgo: uma soberana digna e resignada, que caminha serena para a guilhotina.

Amigo de Freud e com um forte envolvimento com a psicanálise, Zweig foi um dos primeiros escritores a trabalhar consistentemente com um enfoque psicanalítico em suas biografias. Não se preocupou, portanto, em narrar todos os fatos da vida de Maria Antonieta, nem cada meandro dos desacertos revolucionários. Mas aos poucos dispôs as peças de um quebra-cabeça dramático para revelar o potencial trágico de uma personagem despreparada para o destino a ela reservado.

Essa edição traz ainda: prefácio e posfácio de Alberto Dines, autoridade internacional em Stefan Zweig; uma cronologia da vida de Maria Antonieta; e um artigo de Zweig sobre história e cinema.

Sobre o autor