Home | Livros | Objetiva | A ORDEM DO TEMPO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A ORDEM DO TEMPO

Carlo Rovelli
Tradução: Silvana Cobucci

R$ 69,90

/ À vista

Apresentação

Escrito com o mesmo tom poético do best-seller Sete breves lições de física, A ordem do tempo apresenta uma nova interpretação dos mistérios do tempo de forma profundamente inteligente e rica.

Frequentemente comprados juntos

Objetiva

A ordem do tempo

Carlo Rovelli

R$ 69,90

Objetiva

Sete breves lições de física

Carlo Rovelli

R$ 64,90

Objetiva

A realidade não é o que parece

Carlo Rovelli

R$ 79,90

Preço total de

R$ 214,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Objetiva

Sete breves lições de física

Carlo Rovelli

R$ 64,90

Objetiva

A realidade não é o que parece

Carlo Rovelli

R$ 79,90

Objetiva

O abismo vertiginoso

Carlo Rovelli

R$ 69,90

Companhia das Letras

A estranha ordem das coisas

António Damásio

R$ 84,90

Companhia das Letras

O rio da consciência

Oliver Sacks

R$ 69,90

Objetiva

Silêncio

Erling Kagge

R$ 59,90

Zahar

Gênesis

Guido Tonelli

R$ 79,90

Companhia das Letras

A música do universo

Janna Levin

R$ 69,90

Ficha Técnica

Páginas: 192 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.241 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 29/03/2018
ISBN: 978-85-4700-056-1 Selo: Objetiva Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Escrito com o mesmo tom poético do best-seller Sete breves lições de física, A ordem do tempo apresenta uma nova interpretação dos mistérios do tempo de forma profundamente inteligente e rica.

Escrito com o mesmo tom poético do best-seller Sete breves lições de física, A ordem do tempo apresenta uma nova interpretação dos mistérios do tempo de forma profundamente inteligente e rica.

Por que nos lembramos do passado e não do futuro? O que significa o "fluxo" do tempo? Nós existimos no tempo ou o tempo existe dentro de nós? Numa prosa lírica e acessível, o autor de A realidade não é o que parece nos convida a considerar tais questões. Todos experimentamos o tempo, mas, quanto mais os cientistas aprendem sobre ele, mais misterioso ele permanece. Pensamos nele como uniforme e universal, movendo-se continuamente do passado para o futuro, medido por relógios.
Carlo Rovelli rompe com essas suposições, uma a uma, revelando um universo estranho no qual, no nível mais fundamental, o tempo desaparece. Unindo ideias da filosofia, ciência e literatura, ele sugere que nossa percepção de fluxo do tempo depende da nossa perspectiva, da estrutura do nosso cérebro e das nossas emoções, mais do que do universo físico.